Campina Grande é eleita a melhor cidade do Brasil em ranking mundial de transporte público

A cidade de Campina Grande foi considerada a que detém o melhor transporte público do Brasil, ficando em 29° colocação a nível mundial.

13 de julho de 2018   

Cidade de Campina Grande (Foto/Redes Sociais).

Entre as 74 cidades do mundo que foram tema de pesquisa realizada pela instituição de pesquisa Expert Market, a cidade de Campina Grande foi considerada a que detém o melhor transporte público do Brasil, ficando em 29° colocação a nível mundial. De acordo com o estudo, ‘somente os trabalhadores da cidade brasileira de Campina Grande são os mais beneficiados no aspecto do transporte público”, diz o relatório. Confira a tabela completa clicando aqui.

Os dados foram divulgados pela Globo News. O relatório foi divulgado nesta sexta-feira (13) e revelou a qualidade da mobilidade urbana no quesito de transporte público, destacando que o Brasil tem um dos piores sistemas de locomoção coletiva do mundo.

A Rainha da Borborema aparece em 29º lugar em um ranking mundial que conta na ponta com a cidade de Nice, na França e em segundo lugar Cuenca, no Equador.

O Rio de Janeiro teve a pior classificação entre as 74 cidades.  O resultado da empresa americana, avaliou a mobilidade de cidades do mundo inteiro com indicadores como tempo de viagem, espera para pegar a condução, baldeações, distância total e o custo mensal do transporte relacionado ao salário médio da população.

Dentre as cidades brasileiras  que ocupam posições negativas no ranking, estão  São Paulo, Salvador e Brasília.

Veja a lista abaixo das cidades avaliadas que ocupam as 10 piores posições entre as 74:

  • 65. Londres
  • 66. Miami
  • 67. Cali
  • 68. Brasília
  • 69. Toronto
  • 70. Salvador
  • 71. Istambul
  • 72. São Paulo
  • 73. Bogotá
  • 74. Rio de Janeiro

Na lista das 10 cidades com o pior sistema de transporte do mundo, também estão: São Paulo, em terceiro lugar; Salvador, em quinto lugar; e Brasília, ocupando a sétima posição desse ranking que a gente queria ter passado longe.