Em Cabedelo,prefeito suspende pagamento de salário de Leto Viana e funcionários afastados

O Tribunal de Contas autorizou o corte nos salários dos vereadores e funcionários públicos de Cabedelo que foram afastados por decisão judicial.

14 de junho de 2018   

O pagamento dos salários do prefeito de Cabedelo preso Leto Viana e dos funcionários da prefeitura afastados por ordem judicial foi cancelado de acordo com determinação do prefeito interino Vitor Hugo nesta quinta-feira (14).

“Entendendo a ilegalidade desses pagamentos, resolvemos, de imediato, suspendê-los, atendendo determinação do TCE e, também, em respeito ao dinheiro público e à população”, destacou o prefeito Vitor Hugo.

Nesta quarta-feira (13), o Tribunal de Contas autorizou o corte nos salários dos vereadores e funcionários públicos de Cabedelo que foram afastados por decisão judicial. A decisão se refere aos envolvidos na Operação Xeque-Mate.

Alguns dos envolvidos na Operação Xeque-Mate haviam sido presos e outros, afastados de seus cargos. No entanto, todos continuavam recebendo os seus salários normalmente desde a deflagração da operação, no mês de março.

ClickPB