Impeachment contra Leto Viana deve ser aprovado pela Câmara de Cabedelo

O pedido não foi votado ontem (15), por conta de divergências sobre a legalidade da instalação de uma comissão processante na Casa, que hoje é composta por 11 suplentes.

16 de maio de 2018   

Prefeito Leto Viana (Foto: Adriana Rodrigues/ Jornal Correio da Paraíba)

Nesta quarta-feira (16), a presidente da Câmara de Cabedelo, Geusa Ribeiro, informou que os vereadores deverão acatar o pedido de impeachment protocolado na Casa contra o prefeito afastado Leto Viana, por conta das denúncias contra o gestor no âmbito da Operação Xeque-Mate, da Polícia Federal.

O pedido não foi votado ontem (15), por conta de divergências sobre a legalidade da instalação de uma comissão processante na Casa, que hoje é composta por 11 suplentes. Diante do impasse, a presidente da Câmara, submeteu o caso para que a Procuradoria Jurídica da Câmara dê um parecer.

A presidente frisou a gravidade dos fatos envolvendo o prefeito Leto Viana, e a opção de impeachment deve ser aceita.

A presidente da casa afirmou que a votação será realizada na próxima terça-feira (22), e que provavelmente haja mudança na norma que rege o legislativo da cidade de Cabedelo.