‘Agosto lilás’: começa mês de combate à violência contra mulher

O ano de 2022 celebra os 16 anos da Lei Maria da Penha

Publicado: 02/08/2022

Foto: Reprodução

A Prefeitura de João Pessoa inicia, nesta segunda-feira (1º), uma série de ações dentro da programação do ‘Agosto Lilás’, que busca intensificar a divulgação da Lei Maria da Penha e os serviços da rede de atendimento à mulher em situação de violência.

As atividades serão realizadas pela Secretaria Extraordinária de Políticas Públicas para as Mulheres (SEPPM) e incluem além da campanha de conscientização nas redes sociais, visitas a unidades de saúde da mulher, palestras nas escolas e roda de conversas nas comunidades com alto índice de violência contra a mulher com a participação de autoridades que trabalham no combate a esse tipo de violência.

“Faremos um trabalho durante todo o mês de agosto no sentido de mostrar para a sociedade a importância de denunciar casos de violência contra a mulher. Não podemos e nem devemos ficar calados diante dos crimes que são cometidos diariamente”, afirmou Nena Martins, secretária de Políticas Públicas para as Mulheres da Capital.

“Também visitaremos unidades de saúde da mulher e maternidades como a Cândida Vargas, a quem aproveito para parabenizar o lindo trabalho que sua direção tem realizado. Estaremos juntos nessa campanha para estimular a doação de leite materno e também de potes para armazenamento. Um ato de amor e solidariedade que nos faz imenso bem”, enfatizou Nena Martins.

As ações realizadas pelo governo municipal, em parceria com outros órgãos e instituições, pretendem chamar a atenção da sociedade para a importância da denúncia, pois a cultura do silêncio é um dos agravantes do crime de violência contra a mulher. “A denúncia é fundamental e a sociedade precisa tomar consciência disso. Trabalhamos para encorajar as vítimas a denunciar seus agressores e a romper o ciclo de violência”, complementou a secretária.

O Projeto de Lei 3855/20 instituiu o ‘Agosto Lilás’, que busca intensificar a divulgação da Lei Maria da Penha, sensibilizar e conscientizar a sociedade sobre o fim da violência contra a mulher, divulgar os serviços especializados da rede de atendimento à mulher em situação de violência e os mecanismos de denúncia existentes. O ano de 2022 celebra os 16 anos da Lei Maria da Penha.

Canais de denúncia:

180 – Central de Atendimento à Mulher

197 – Polícia Civil

190 – Polícia Militar

153 – Ronda Maria da Penha

0800-283-3883 – Canal de acolhimento do Centro de Referência da Mulher de João Pessoa.

Portal Correio

COMPARTILHE AGORA

OUTRAS NOTÍCIAS