“Aguinaldo traz prejuízos eleitorais para o governador desde o início de sua chegada”, alfineta Adriano Galdino

Segundo o presidente da ALPB, já era de se esperar a desistência de Aguinaldo ao Senado. e já havia alertado o governador quanto a isso

Publicado: 20/06/2022

FOTO: REPRODUÇÃO

O presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), deputado Adriano Galdino (Republicanos), em entrevista ao Se Liga PB, comentou sobre os recentes acontecimentos políticos envolvendo o deputado federal Aguinaldo Ribeiro (PP), e falou que Aguinaldo tem trazido prejuízos para o governador João Azevêdo (PSB), desde o início da aliança para as eleições de 2022.

“Aguinaldo chega ao agrupamento do governador e traz prejuízos eleitorais desde o início da sua chegada. O governador perdeu Veneziano, perdeu Efraim, deixou de ganhar Romero, tudo fruto da aproximação com Aguinaldo, e agora Aguinaldo chega em um evento desastroso, desiste de ser pré-candidato a senador, e já chega impondo o nome, ou impondo condições de estar com o governador, desde que se coloque como vice alguém ligado a ele, que é alguém da família”, disse.

O deputado destacou que a imposição de condições, trouxe um grande desconforto para o Republicanos, que sempre esteve com João e ajudou a construir a vitória do governador nas últimas eleições presidenciais.

“Não estamos vetando nomes de ninguém, o que queremos é sermos consultados, para dialogar, conversar, encontrar uma equação que possa contemplar a todos, e que seja uma indicação que colabore para a reeleição do governador, mas precisamos ser convencidos de uma maneira democrática e consensual, e não com imposições”, explicou. E acrescentou: “Imposições eu não aceito e nem o Republicanos aceita”.

Galdino contou que o partdo recebeu as informações das declarações de Aguinaldo com muita surpresa, não em termos de desistência do Senado, o que segundo o presidente da ALPB, já era de se esperar, e já havia alertado o governador quanto a isso.

“Eu sempre alertei não só o governador, mas também em diversas entrevistas minhas eu disse que Aguinaldo não sairia pré-candidato ao Senado. Eu acho que se Aguinaldo tivesse coragem de ser pré-candidato a senador, a disputar uma eleição majoritária, ele teria sido lá atrás quando colocou Daniela”, frisou.

Quanto ao seu nome ser ventilado como o vice, Ariano disse que não chegou a receber um convite oficialmente, mas as pessoas o questionam por onde ele chega.

“Em todas as cidades que eu visitei com o governador, a primeira pergunta que o pessoal sempre fez foi: você vai ser vice? Já está tudo certo para você ser o vice? É uma pré-candidatura que está na boca do povo, por merecimento, por tudo o que eu fiz na construção da vitória de João, e pelo meu comportamento político. Mas não é por isso que estamos chateados ou desconfortáveis, é pela forma e maneira que foi anunciado a composição da chapa, sem um diálogo”, pontuou.

Redação

COMPARTILHE AGORA

OUTRAS NOTÍCIAS