Pesquisar
Pesquisar
Close this search box.

Alexandre de Moraes acata denúncia da PGR contra Pâmela Bório por participação nos atos de 8 de janeiro

A defesa da ex-primeira-dama tem 15 dias para oferecer resposta prévia a denúncia.

Publicado: 25/06/2024

FOTO: REPRODUÇÃO

O ministro Alexandre de Moraes acatou a denúncia apresentada pela Procuradoria-Geral da República (PRG) contra a ex-primeira-dama da Paraíba Pâmela Bório por participação nos atos golpistas de 8 de janeiro de 2023, em Brasília.

Com base na denúncia formalizada pelo procurador Paulo Gonet no Supremo Tribunal Federal (STF), Bório deve responder por crimes como tentativa de abolição do Estado Democrático de Direito, golpe de Estado, associação criminosa armada, além de dano contra patrimônio da União e deterioração de patrimônio tombado.

A defesa da ex-primeira-dama tem 15 dias para oferecer resposta prévia a denúncia.

No dia 08 de janeiro do ano passado, Pâmela chegou a postar em suas redes sociais sua participação no ato protagonizado por eleitores do ex-presidente Jair Bolsonaro, e que a Justiça entendeu como tentativa de golpe de Estado.

A defesa de Bório chegou a declarar ao site de notícia UOL que ela estaria “de férias na época e aproveitou que estava em Brasília para divulgar vídeos [da manifestação] nas redes sociais.

PB Agora

COMPARTILHE AGORA

OUTRAS NOTÍCIAS

Rolar para o topo