Alinhado com Veneziano, Gobira diz que quem conhece João Azevêdo não vota: “João está derrotado”

Gobira é um sapateiro famoso de Cajazeiras, já foi candidato a deputado federal por duas vezes, e é um fenômeno na região do Sertão paraibano.

Publicado: 10/05/2022

FOTO: REPRODUÇÃO

O pré-candidato a deputado federal pelo MDB, Gobira, em conversa com o jornalista Paolloh Oliver, nesta terça-feira, 10, disse ao Se Liga PB, que quem conhece o governador João Azevêdo não vota.

“Quem conhece João não vota, João está derrotado”, declarou.

Gobira reafirmou sua parceria com o senador e pré-candidato a governador do Estado, Veneziano Vital do Rêgo (MDB), e disse que acredita na vitória do mdbista.

“Se Deus quiser vai ser nosso futuro governador”, ressaltou.

O pré-candidato a deputado federal ainda fez uma avaliação do governo de João Azevêdo, e disse que no Sertão, o povo não quer mais o atual governador.

“João Azevêdo é o pior governo que a Paraíba já teve, só faz começar obra e deixar lá parada, o povo se revolta com isso, dando uma resposta. No Sertão eu conheço mais de cinquenta cidades, e por onde eu ando, o povo não quer mais João”, explicou. E repetiu: “Quem conhece João não vota em João, João está derrotado”.

Ele falou sobre sua pré-candidatura à Câmara Federal e contou que se encontra costurando apoios e parcerias. Ele citou o apoio do município de Cajazeiras, sua terra natal, onde sem o apoio do grupo político, tirou 9 e 17 mil votos em eleições passadas. Segundo ele, agora com o apoio do prefeito José Aldemir (PP), deve tirar muito mais votos no município.

Ele agradeceu os apoios, tanto em Cajazeiras, quanto nos muitos municípios por onde passa, sendo bem acolhido e fazendo parcerias.

“Quero agradecer demais ao povo de Esperança, Montadas, Remígio, Queimadas, e de todas as regiões que me ajudaram e me ajudam. Se eu for eleito deputado, serei deputado da Paraíba”, frisou.

Gobira é um sapateiro famoso de Cajazeiras, já foi candidato a deputado federal por duas vezes, e é um fenômeno na região do Sertão paraibano.

Redação

COMPARTILHE AGORA

OUTRAS NOTÍCIAS