Pesquisar
Pesquisar
Close this search box.

Aniversário de 159 anos de Campina Grande terá programação cultural que vai do dia 10 até 25 de outubro; confira

Compõem as atividades intervenções artísticas no largo do Açude Velho, cartão postal da cidade, além de visitas guiadas em museus e ações de arte-educação descentralizadas.

Publicado: 09/10/2023

FOTO: REPRODUÇÃO

O aniversário de 159 anos de Campina Grande – comemorado dia 11 – terá uma programação cultural extensa que começa nesta terça-feira (10) e vai até o dia 25. Compõem as atividades intervenções artísticas no largo do Açude Velho, cartão postal da cidade, além de visitas guiadas em museus e ações de arte-educação descentralizadas.

Iniciando a programação a partir desta terça-feira (10), às 17h, o Calçadão Vergniaud Waderley, no Açude Velho, receberá a centenária Filarmônica Epitácio Pessoa, que tem sua história confundida com a de Campina Grande. A intervenção contará com o Coro Municipal, regido pelo arte-educador Einstein Felinto; os alunos do Centro Cultural Lourdes Ramalho, na esquete “Os Pioneiros”; o poeta Mano Azul; além dos músicos Jalles Franklin, Erika Marques e Silvio Silva.

Na quarta-feira, 11 de outubro, aniversário da cidade, campinenses e turistas poderão aproveitar a data para conhecer e aprofundar os conhecimentos em um grande recorte do desenvolvimento de Campina Grande, por meio do Museu do Algodão e do Museu Histórico, das 8h às 12h. O primeiro museu tem um acervo que trata da importância do chamado “ouro branco” para a cidade. Já o segundo conduz à exposição do acervo permanente, intitulado “CAMPINA GRANDE – ALDEIA, VILA, CIDADE”, com um recorte histórico dos três momentos históricos do município.

Voltando no dia 18 de outubro, a partir das 14h, o projeto “Secult nos Bairros” vai até o Clube de Mães do Sítio Salgadinho com a oficina de habilidades manuais com garrafa pet, ministrada pela arte-educadora do Centro Cultural, Carmen Sheila.

No dia 25 de outubro, a partir das 9h, a Feira Central, outro espaço que representa muito da história de Campina Grande, receberá o projeto “Cultura da Feira”. Em um especial do mês de aniversário, Roninho do Acordeon, alunos de teatro e dança do Centro Cultural e o poeta Mano Azul levarão muita arte para um dos locais mais folclóricos da cidade.

Toda a programação foi pensada com o intuito de valorização dos locais de importância histórica, da cultura e do povo de Campina Grande. Desde a abertura dos museus, até a oficina de habilidades manuais, são abertas ao público e totalmente gratuitas.

Com ClickPB

COMPARTILHE AGORA

OUTRAS NOTÍCIAS