Pesquisar
Pesquisar
Close this search box.

Após bate-rebate com Pedro Cunha Lima, João Azevêdo usa tribuna da Assembleia para afirmar que já sabe lidar com embates eleitorais

O bate-rebate começou na semana passada. O governador João Azevêdo (PSB) levou uma invertida do ex-deputado federal Pedro Cunha Lima.

Publicado: 07/02/2024

FOTO: REPRODUÇÃO

Após o bate-rebate com o ex-deputado federal Pedro Cunha Lima (PSDB), o governador João Azevêdo (PSB) usou a tribuna da Assembleia Legislativa da Paraíba, nesta quarta-feira (07), para afirmar que já sabe lidar com os embates eleitorais, como os que acontecerão neste ano de eleições municipais. O chefe do executivo estadual foi à Casa Legislativa para passar a mensagem na reabertura dos trabalhos.

“O embate que se avizinha, o eleitoral, esse já aprendemos a lidar, a conviver sem afetar planos, projetos e cronogramas”, disparou.

O governador lembrou que as eleições na Paraíba sempre foram bastante disputadas. “A Paraíba sempre deu exemplo de eleições bastante disputadas, mas ao final, pacíficas e ordeiras. As eleições passam, começam e terminam e viram história. A Paraíba precisa ter mais cultura”, declarou.

Bate-rebate com Pedro: relembre

O bate-rebate começou na semana passada. O governador João Azevêdo (PSB) levou uma invertida do ex-deputado federal Pedro Cunha Lima (PSDB), no último sábado (3), após vir a público as falas dele no evento do PSB em Campina Grande. No evento, João disse que Campina sepultou pessoas que “achavam mandar na cidade”, fazendo uma referência indireta ao ex-governador Ronaldo Cunha Lima. A fala não passou despercebida por Pedro, que publicou uma poesia chamada ‘Soneto à covardia’.

Em tréplica, o governador João Azevedo (PSB) deu uma voadora em Pedro Cunha Lima (PSDB) e o chamou de leviano e irresponsável. A briga começou quando o governador levou uma invertida do ex-deputado federal neste sábado (3), após vir a público as falas dele no evento do PSB em Campina Grande.

Por Nice Almeida

COMPARTILHE AGORA

OUTRAS NOTÍCIAS