Após revista Veja apontar acordo entre PT e PSB para apoio ao governo na PB e mais 4 estados, Gleisi nega informação

Recentemente o ex-presidente Lula, inclusive, já chegou a gravar um vídeo oficializando a posição do partido pró-Veneziano

Publicado: 18/07/2022

Foto: Reprodução

Após toda a repercussão gerada por conta de uma informação da coluna ‘Radar’ da revista Veja, que no último dia 16 afirmou que o PT havia feito um acordo com o PSB paraibano, pondo fim ao impasse de apoio para o governo no estado, a presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, negou a informação em contato com o blog Agenda Política.

A coluna da revista Veja frisava que “O petismo vai apoiar candidatos socialistas em cinco estados: MA, PE, PB, ES e RJ” e ainda informava que no Rio Grande do Sul e em outros locais a ‘briga’ pelo apoio do PT ainda continuava.

Recentemente o ex-presidente Lula, inclusive, já chegou a gravar um vídeo oficializando a posição do partido pró-Veneziano.

Já a federação ‘Brasil da Esperança’, que formada por PT, PV e PC do B, também encaminhou para a Direção Nacional a decisão sobre o apoio à chapa Majoritária no estado, mas nesse cenário, duas das siglas (PV e PCdoB) apoiam João Azevêdo (PSB).

A nível nacional, também foi o PSB que indicou o vice para a chapa do ex-presidente Lula.

Porém, na noite deste domingo (17), Gleisi afirmou que a sigla continua apoiando o projeto do senador Veneziano Vital (MDB) para o governo da Paraíba. Com isso, no estado, o cenário continua caminhando para palanque dividido para Lula.

PB Agora

COMPARTILHE AGORA

OUTRAS NOTÍCIAS