Pesquisar
Pesquisar
Close this search box.

Câmara aprova aumento de penas para furto, roubo e latrocínio

O texto segue agora para o Senado Federal.

Publicado: 03/11/2023

Foto Lula Marques/ Agência Brasil.

A Câmara dos Deputados aprovou nesta terça-feira (31) um projeto de lei que aumenta as penas para os crimes de furto, roubo, receptação de produtos roubados, latrocínio, que é o roubo seguido de morte, e outros. O texto segue agora para o Senado Federal.

Entre as mudanças, por exemplo, estão o aumento das penas mínimas de furto (de um para dois anos de reclusão), de roubo com lesão corporal grave (de 7 anos para 16 anos de reclusão) e de latrocínio (de 20 para 24 anos de reclusão).

O relator, deputado Alfredo Gaspar (União-AL), criou ainda outros dois casos de furto com penas maiores: de animais domésticos, 4 a 10 anos; e de dispositivo eletrônico ou informático (celular, por exemplo), de 4 a 10 anos.

“Mais de 1 milhão de celulares foram roubados das pessoas simples. A legislação brasileira é muito branda quando se trata de proteger o patrimônio”, afirmou o relator.

Por outro lado, deputado Helder Salomão (PT-ES), o projeto cria uma equiparação entre penas de crimes contra o patrimônio e de crimes contra a vida. “É preciso que haja o combate à impunidade, mas o aumento de pena não é a solução para o aumento da criminalidade no País”, afirmou.

Agência Câmara

COMPARTILHE AGORA

OUTRAS NOTÍCIAS