Pesquisar
Pesquisar
Close this search box.

Câmara entrega título de cidadania campinense ao presidente do Tribunal de Contas do Estado

Dentre todas as autoridades que participaram da solenidade, como técnicos do TCE, vereadores e convidados, o prefeito Bruno Cunha Lima esteve presente e, em seu pronunciamento, elogiou a história de Nominando Diniz.

Publicado: 30/05/2024

FOTO: REPRODUÇÃO

Atendendo a uma iniciativa do vereador Marinaldo Cardoso, presidente da Câmara Municipal de Campina Grande, subscrita por todos os demais integrantes da Casa, ocorreu a entrega nesta quarta-feira, 29, durante uma solenidade ocorrida no turno da tarde, do título de cidadania campinense ao conselheiro e presidente do Tribunal de Contas do Estado, Antônio Nominando Diniz Filho.

Em pronunciamento na tribuna, Marinaldo falou sobre a trajetória do homenageado, que é médico “de notável carreira”, e teve uma importante carreira na política, sendo deputado estadual e presidente da Assembleia Legislativa, chegando, posteriormente, ao Tribunal de Contas do Estado.

“Uma liderança nata, uma figura humilde, alguém que sempre demonstrou profundo zelo pela governança dos recursos públicos. Trata-se de um exemplo a ser seguido, uma trajetória que nos inspira. Por todas estas razões e com grande satisfação, a Câmara lhe concede o título de cidadania campinense”, frisou Marinaldo.

Dentre todas as autoridades que participaram da solenidade, como técnicos do TCE, vereadores e convidados, o prefeito Bruno Cunha Lima esteve presente e, em seu pronunciamento, elogiou a história de Nominando Diniz, o que também foi feito pelo deputado federal Romero Rodrigues e do presidente Assembleia Legislativa, Adriano Galdino, que não puderam comparecer por estarem em viagem.

Além dos vereadores, discursaram os ex-deputados Carlos Dunga, Robson Dutra e Fábio Nogueira, este também conselheiro do TCE/PB, também presente o conselheiro do tribunal Fernando Catão. Em seu pronunciamento, Nominando falou sobre seus laços históricos com Campina Grande e da emoção de receber a homenagem.

“A partir de hoje serei campinense, ou campinagrandense, de coração, porque é uma honra filho desta cidade. Ainda mais por adoção, porque para isso é preciso ter história. Quando os vereadores, legítimos representantes do povo da cidade, decidem prestar essa homenagem, é um reconhecimento. Muito obrigado”, concluiu.

Assessoria

COMPARTILHE AGORA

OUTRAS NOTÍCIAS