Câmara Municipal aprova pedido de Mônica de Beto solicita a realização de “teste do olhinho” em bebês nascidos na maternidade de Pocinhos

A grande importância do exame é a detecção precoce de doenças que podem ser tratadas antes do seu agravamento.

Publicado: 08/04/2022

Foto: Reprodução

Foi aprovado pela Câmara Municipal de Pocinhos, o Requerimento 015/2022 de autoria da vereadora Mônica de Beto (PDT) que solicita da Prefeitura Municipal de Pocinhos-PB, que determine ao Hospital e Maternidade Doutor Antônio Luiz Coutinho que ofereça gratuitamente o “teste do olhinho”, exame oftalmológico que faz um diagnóstico clínico de retinopatia da prematuridade, catarata e glaucoma congênito, infecções, traumas de parto e cegueira, através da técnica conhecida como “reflexo vermelho” em todas as crianças nascidas naquele estabelecimento hospitalar.

“Um teste simples, rápido e barato, que pode ser realizado ainda na sala de parto, é capaz de detectar vários problemas de visão em bebês e evitar complicações que levam à cegueira. Trata-se do exame do reflexo vermelho, também chamado de teste do olhinho que, assim como os testes do pezinho e do ouvidinho, vem sendo adotado como procedimento de rotina nos primeiros dias de vida dos recém-nascidos.” Explicou a vereadora Mônica de Beto.

A grande importância do exame é a detecção precoce de doenças que podem ser tratadas antes do seu agravamento, como é o caso de tumores, catarata congênita, traumas de parto e erros de refração. Segundo dados estatísticos, essas alterações atingem cerca de 3% dos recém-nascidos em todo mundo.

Caso não sejam diagnosticados a tempo, estes problemas podem levar à perda da visão. Se a criança for prematura, o teste do olhinho é obrigatório. Isto porque 30% dos bebês que nascem com menos de 40 semanas ainda não têm os vasos sanguíneos da retina formados. A retina é onde se compõe a visão: é o filme de nossa máquina ocular. Quando a retina não está formada ela dá origem à retinopatia da prematuridade, principal causa da cegueira infantil na América Latina.

Assessoria

COMPARTILHE AGORA

OUTRAS NOTÍCIAS