Pesquisar
Pesquisar
Close this search box.

Caso Braiscompany já tem 12 réus condenados e penas somam mais de 300 anos de prisão e devolução de quase R$ 400 milhões

A Justiça Federal condenou mais um ex-diretor da Braiscompany. Victor Hugo Lima Duarte foi condenado a 36 anos e 8 meses de prisão.

Publicado: 13/03/2024

FOTO: REPRODUÇÃO

A Justiça Federal condenou mais um ex-diretor da Braiscompany. Victor Hugo Lima Duarte foi condenado a 36 anos e 8 meses de prisão. A sentença foi proferida pelo juiz Vinícius Costa Vidor, da 4ª Vara Federal em Campina Grande. Victor Hugo Lima Duarte foi preso na Argentina, em seguida, extraditado ao Brasil, onde permanece preso n Complexo Penitenciário Serrotão, em Campina Grande.

Victor Hugo Lima Duarte foi condenado pelos crimes de organização criminosa,  lavagem de capitais, apropriação indébita financeira, emissão, oferecimento ou negociação irregular de títulos ou valores mobiliários e Operar instituição financeira sem autorização. Com a pena, Victor Hugo Lima Duarte é o décimo segundo réu condenado no Caso Braiscompany.

Com a sentença do juiz Vinícius Costa Vidor, da 4ª Vara Federal em Campina Grande, agora são 12 réus condenados no Caso Braiscompany. A penas somadas totalizam 318 anos. Antônio Ais Neto recebeu com 88 anos e 7 meses, já sua esposa Fabrícia Faria foi condenada a 61 anos e 11 meses. Além disso, os réus foram obrigados a pagarem  cerca de R$ 280 milhões em danos patrimoniais e R$ 100 milhões em dano coletivo.

Com ClickPB

COMPARTILHE AGORA

OUTRAS NOTÍCIAS