Pesquisar
Pesquisar
Close this search box.

Caso Jaidete: polícia prende mulher que mandou matar esteticista por R$ 20 mil em Assunção devido a ciúmes do ex

A delegada Mairam Moura informou que a suspeita, identificada como Adailza, foi localizada e presa na casa da irmã, no município de Desterro, no Sertão da Paraíba, a 52 quilômetros de Assunção, onde o crime aconteceu.

Publicado: 30/11/2023

Foto: Divulgação/Polícia Civil

A Polícia Civil prendeu, na tarde desta quinta-feira (30), a suspeita de assassinar a esteticista Jaidete de Oliveira Correia, de 38 anos, por R$ 20 mil, no mês de outubro, em Assunção. A mulher é ex-namorada do marido da vítima e o crime teria sido motivado por ciúmes. Das seis pessoas envolvidas, quatro foram presas até o momento. 

A delegada Mairam Moura informou que a suspeita, identificada como Adailza, foi localizada e presa na casa da irmã, no município de Desterro, no Sertão da Paraíba, a 52 quilômetros de Assunção, onde o crime aconteceu. 

“A mandante se encontrava escondida na casa da irmã, na cidade de Desterro, e foi conduzida até a delegacia de Teixeira, onde passará por audiência de custódia na comarca de Patos, ficando à disposição da Justiça”, afirmou a delegada. 

Ainda de acordo com a delegada, das seis pessoas envolvidas, duas mulheres são investigadas por terem feito uma ligação para marcar uma depilação com a vítima no dia do crime. As suspeitas receberiam R$ 250 cada uma. A mulher que fez a ligação foi presa na semana passada e a que emprestou o celular está sendo procurada. 

O crime aconteceu no dia 23 de outubro, no município de Assunção. Jaidete de Oliveira Correia, de 38 anos, tinha uma clínica de depilação na cidade e estava no estabelecimento quando dois homens em uma moto chegaram perguntando por ela e se havia algum problema na Internet. Ao atendê-los, um dos suspeitos entrou no local, a empurrou no banheiro e atirou na cabeça dela. 

Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) socorreu Jaidete e a levou para o Hospital de Trauma de Campina Grande, mas ela não resistiu à gravidade dos ferimentos e morreu na unidade. 

Com Janielly Azevêdo

COMPARTILHE AGORA

OUTRAS NOTÍCIAS