Pesquisar
Pesquisar
Close this search box.

Censura e violência política no Cariri paraibano; entenda

O fato aconteceu na noite da última Sexta-Feira (30), no município de Caturité, Cariri paraibano.

Publicado: 01/10/2022

FOTO: REPRODUÇÃO

Na noite da última Sexta-Feira (30), o morador do município de Caturité, no Cariri paraibano, Antônio, teve sua propriedade violada por um ato de violência política que tinha a intenção de censurar seu apoio público ao Candidato a Deputado Estadual Manoel Ludgério (PSDB).

Em sua propriedade o morador mantinha bandeiras de Manoel Ludgério, porém, no amanhecer deste sábado (1), ao acordar, ele se deparou com seu terreiro invadido e suas bandeiras destroçadas e rasgadas, em um claro ato de violência política e de tentativa de censura.

A relação do Deputado Manoel Ludgério com o município de Caturité é longa e frutífera, porém, foi inesperadamente rompida pelo atual Prefeito da cidade, mesmo após o Manoel ter destinado mais em 3 milhões de reais em recursos parlamentares para Caturité.

Atos de apoio a seu Antônio tem surgido em toda a cidade de Caturité e nas redes sociais dos habitantes da cidade e de apoiadores de Manoel Ludgério em toda a Paraíba, que tem se posicionado contrários ao ato injustificado de violência política sofrido por Seu Antônio.

“É uma vergonha que, em pleno 2022, atos de censura ainda ocorram em nossa Paraíba, em tentativas de calar a voz e o desejo democrático do povo”, pontuou o deputado.

Com Assessoria

COMPARTILHE AGORA

OUTRAS NOTÍCIAS