Pesquisar
Pesquisar
Close this search box.

Chió cobra posicionamento da ALPB após aumento de 106,5% no desmatamento da PB

Publicado: 05/06/2024

 

O bioma da Caatinga atingiu a marca de 13.248 hectares (ha) desmatados na Paraíba durante o último ano, considerando dados de 2023, segundo o Relatório Anual do Desmatamento (Rad) no Brasil, divulgado pelo MapBiomas. Os números alarmantes foram apresentados pelo deputado Chió (Rede), nesta terça-feira (4), na tribuna da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) para alertar os parlamentares e os paraibanos sobre os riscos da devastação do meio ambiente.

“É preciso que a gente fale sobre esse tema não só quando um desastre nos atinge. Mas precisamos que isso seja rotina. Precisamos fazer o nosso papel enquanto Poder Público e tomar a nossa posição e não só esperar dos órgãos de controle e fiscalização. Precisamos nos posicionar ao lado do meio ambiente. É preciso agir agora, mitigar agora. Não é só salvar o meio ambiente, é salvar as futuras gerações”, ressaltou o deputado.

A proposta do parlamentar é a criação de mais áreas de conservação ambiental, concursos para órgãos de fiscalização e controle, além da implementação de políticas públicas efetivas para preservar o meio ambiente.

“Às vezes, aqui, a gente quer deixar a boiada passar, a gente acha que não deve atrapalhar o desenvolvimento e liberar todas as leis para desburocratizar e desmatar mais. Muito daquilo que aconteceu no Rio Grande do Sul, foi debatido dentro da Assembleia Legislativa. Leis que poderiam proteger as áreas ambientais foram negligenciadas. A gente aqui tem que tomar algumas posições, a gente precisa de áreas de proteção na Mata Atlântica e na Caatinga, colocar concursos para Secretaria de Meio Ambiente e Sudema no Orçamento do Estado e educar as pessoas para salvar o nosso futuro”, finalizou Chió.

Em 2023, a Paraíba teve um aumento de 106,5% no desmatamento. Ao todo, foram 13.258 hectares (ha) devastados, representando mais do que o dobro dos números anteriores, em 2022, com 6.421 ha. O bioma mais afetado é a Caatinga, concentrando 99,9% da área desmatada (13.248 ha), seguido pela Mata Atlântica, com 10 ha desmatados (0,1%).

O relatório aponta ainda que a Paraíba é o sexto estado em velocidade de desmatamento do Nordeste e o 16º do país. São aproximadamente 36,3 ha desmatados por dia e 1,5 ha por hora. O estado está à frente do Rio Grande do Norte, Alagoas e Sergipe, entre os nordestinos. Também foi registrado o aumento de 145,4% de alertas de desmatamento.

Assessoria de Comunicação

COMPARTILHE AGORA

OUTRAS NOTÍCIAS