Chuvas deixam 14 famílias desalojadas em Campina Grande

A Defesa Civil segue com a equipe nas ruas monitorando as áreas de risco.

Publicado: 28/05/2022

Foto Ilustrativa

Inundações, desmoronamentos de casas e famílias desalojadas. As fortes e longas chuvas que caíram em Campina Grande entre a noite da sexta-feira (27) e a madrugada deste sábado (28) deixaram 14 famílias desalojadas.  Pelo menos duas casas caíram na cidade. A Defesa Civil registrou diversos pontos de alagamentos e inundações nas chamadas áreas de risco.

As famílias desalojadas residem no bairro Novo Horizonte e tiveram as casas interditadas pela Defesa Civil por causa dos riscos de acidentes.

Com a enxurrada, a água invadiu o interior e o quintal das casas, assim como também deixou as ruas alagadas. As famílias passaram a madrugada acordadas tentando salvar objetos e outros pertences pessoais que, na maioria dos casos, foram perdidos.

As famílias desalojadas estão temporariamente abrigadas em um restaurante popular desativado, no Distrito dos Mecânicos. Segundo a Defesa Civil, 38 ocorrências relacionadas com as chuvas foram registradas em Campina Grande nas últimas 24 horas.

Uma delas foi a do desabamento de uma casa, no bairro Alto Branco. No local, estavam uma mulher e o filho dela. Eles conseguiram deixar a residência antes do desabamento e não se feriram.

Ainda conforme a Defesa Civil, os moradores serão atendidos pelo setor de assistência social da prefeitura, que deve providenciar alimentação e roupas.

Por conta das fortes chuvas que caem na Paraíba, parte de uma casa desabou na madrugada deste sábado (28), no bairro Alto Branco, em Campina Grande. O acidente aconteceu quando os moradores do local, uma mulher e o filho dela, dormiam.

Esta é a segunda casa que desmorona em Campina Grande em menos de 24h. Já na manhã da sexta-feira (27), outra casa desabou por cima de um idoso no bairro das Malvinas Ele foi socorrido e teve ferimentos leves.

A Defesa Civil segue com a equipe nas ruas monitorando as áreas de risco.Em Campina Grande existem pelo menos 22 pontos considerados críticos e suscetíveis a alagamentos e inundações.  A meteorologia prevê mais chuvas para a região.

PB Agora

COMPARTILHE AGORA

OUTRAS NOTÍCIAS