Remígio marca presença em congresso mundial de agroecologia, na Itália

O trabalho do tapera artesanato está sendo exposto no congresso de agroecologia, mais importante do mundo, na Europa

20 de setembro de 2018   

Reprodução do site do evento

O município de Remígio está marcando presença no Congresso Salão Terra Madre, que reúne representantes de todo o mundo para mostrar o que os seus países têm desenvolvido em favor de uma alimentação limpa, e sem a utilização de agrotóxicos. A cidade está marcando presença com o tapera artesanato, um tecido utilizado na fabricação de peças de vestuário e artigos do lar, assim como a famosa boneca “bruxa de pano”.

O congresso Terra Madre acontece de dois em dois anos em Turim, na Itália, e é um momento onde representantes do mundo todo se reúnem para mostrar o que seus países estão fazendo em favor da alimentação limpa e sem agrotóxicos. Na oportunidade, as pessoas contam as suas histórias de luta nas comunidades apresentam seus produtos ecológicos, seja na gastronomia e artesanato.

O trabalho da Tapera Artesanato (Remígio- PB) está sendo apresentado pela professora universitária Regina Coeli, a chef Silvana Coeli, ambas de Campina Grande. Da comitiva brasileira, está presente a ativista do movimento Slow Food Brasil de Brasília Eliane Regis, que também e colunista de um jornal em São Paulo.

Redação