De olho na vaga do Senado na chapa de João, Rangel diz que é o postulante que mais se encaixa com pautas progressistas

Rangel disse que é preciso combater as candidaturas ao governo de Pedro Cunha Lima (PSDB) e Nilvan Ferreira (PL) e que por isso a esquerda deve marchar unida

Publicado: 18/06/2022

FOTO: REPRODUÇÃO

Com o vácuo do Senado na chapa do governador João Azevêdo (PSB), o professor Rangel Júnior, que é pré-candidato ao cargo pelo PCdoB não descarta ocupar esse espaço hoje vazio.

Em entrevista essa semana, logo após o anúncio de Aguinaldo Ribeiro (PP) de não disputar o Senado, Rangel disse que é preciso combater as candidaturas ao governo de Pedro Cunha Lima (PSDB) e Nilvan Ferreira (PL) e que por isso a esquerda deve marchar unida. Segundo o ex-reitor, é preciso fortalecer uma candidatura ao senado que esteja de acordo com as pautas progressistas. Ele disse que a sua candidatura é a que melhor se encaixa nesse requisito.

– Sem dúvida alguma, essa é a nossa tese principal para a Paraíba. A aliança com João Azevêdo é fundamental para derrotar o conservadorismo na Paraíba. Os setores mais conservadores precisam ser derrotados e eles são representados, sem dúvida alguma, nas candidaturas ao governo de Nilvan e Pedro Cunha Lima. Precisamos garantir que no senado haja uma representação progressista e o que representa hoje como oposição é a nossa candidatura que está contra as que são apoiadas e apoiadoras do atual presidente – destacou.

PB Agora

COMPARTILHE AGORA

OUTRAS NOTÍCIAS