Família quer saber de onde surgiram os cinco tiros que atingiram a estudante Lizandra; um suspeito armado estava no ônibus

Lizandra passou por cirurgia e encontra-se na UTI do Hospital Antônio Targino, em Campina Grande

23 de setembro de 2017   

Lizandra não corre risco de morte.

A estudante universitária Lizandra Santos, de 23 anos, sobreviveu uma suposta tentativa de assalto ontem (22), no ônibus de estudantes de São Sebastião de Lagoa de Roça, no agreste. Um fato que está intrigando a família da vítima é um suposto policial “desconhecido” que estava dentro do veículo no momento que foi anunciado o assalto. “Ele estava armado e após o anuncio do assalto ele disparou vários tiros, dentro do próprio veículo. Os estudantes ficaram desesperados e gritavam para ele não atirar”, disse um familiar de Lizandra.

Lizandra passou por cirurgia e encontra-se na UTI do Hospital Antônio Targino, em Campina Grande. Ela foi almejada por cinco tiros. Os médicos conseguiram retirar uma bala que estava próxima ao pescoço. No momento, o quadro clínico dela é estável.

A polícia informou que nenhum suspeito foi encontrado.

Da redação.