Dia Mundial do Pão: nutricionista orienta o consumo diário sem exageros e o integral aos diabéticos

A especialista afirma que o pão é fonte de energia, mas é preciso que a pessoa se atente a quantidade que pode consumir diariamente.

16 de outubro de 2020   

Nutricionista Iraci Sabino. (Foto: Renato Araujo)

No Dia 16 de Outubro, se comemora o Dia Mundial do Pão, um dos alimentos mais consumidos pelo povo brasileiro. Em seus mais diferentes tipos e composições, os pães podem, de forma equilibrada, fazer parte natural das nossas dietas, desde que tenhamos certas atenções especiais.

A nutricionista Iraci Sabino tem algumas dicas. “Com a modificação do trigo, o pão hoje tem algumas contraindicações”, explica. A especialista diz que o consumo de pão diariamente passa pelo pensamento errôneo das pessoas, de “enganar a fome de forma errada”.

Iraci lembra que hoje há uma maior opção de pães, como o integral, funcional, e outros tipos; reforçando que o pão é um carboidrato de rápida absorção, enquanto o integral tem uma absorção mais lenta. “Ninguém se engane, porque o pão integral é pão”, lembra. “E que engorda, o pão engorda, dependendo da quantidade e maneira consumida”, completa.

FONTE DE ENERGIA

A especialista afirma que o pão é fonte de energia, mas é preciso que a pessoa se atente a quantidade que pode consumir diariamente. O recomendável, segundo Iraci, é 50 gramas. Por sua vez, os diabéticos, 80 gramas, desde que o pão seja integral, sem adicionar nutrientes calóricos. “Pode botar as verduras, que ela já vai reduzir, castanhas”, sugere.

Por fim, Iraci Sabino parabeniza todos os padeiros pelo seu dia, responsáveis por colocar o primeiro alimento do dia das pessoas, tendo cuidado com a quantidade diária, que não deve ultrapassar 100 gramas. “Carboidrato de absorção rápida é açúcar”, pontuou, dando essa orientação às pessoas que consomem mais de um pão diariamente, e muitas vezes não sabe mastigar mal, e de forma rápida. “Aprenda a mastigar o pão, para degustar corretamente o sabor do pão”, recomenda a nutricionista da Hapvida.

Redação com Assessoria