Menino encontrado acorrentado em casa apresenta melhora no quadro de anemia, diz Trauma de Campina

“O tratamento e internamento da criança está prolongado”, diz o boletim.

13 de julho de 2019   

“O tratamento e internamento da criança está prolongado”, diz o boletim do Hospital de Trauma de Campina Grande (Foto: Divulgação/Polícia Civil da PB)

O menino de sete anos encontrado acorrentado em casa, no município de Boqueirão, e que foi internado no Hospital de Trauma de Campina Grande, teve melhora no quadro de anemia. A informação consta no boletim médico divulgado pela unidade de saúde, neste sábado (13).

Segundo o documento assinado pelo diretor técnico do hospital, o médico Gilney Porto, o menino ainda faz uso de antibióticos para tratar lesões no corpo e mantém sinais vitais preservados.

“O tratamento e internamento da criança está prolongado”, diz o boletim.

O menino foi internado às 22h50 de quarta-feira (10), na ala de pediatria. A equipe identificou queimaduras pelo corpo dele e necessidade de cirurgia para reconstrução do couro cabeludo.

A mãe é procurada pela Polícia Civil para prestar esclarecimentos, sendo ela suspeita de maus tratos ao menor. A mulher tem outro filho, de um ano de idade, e mora também com o atual esposo, padrasto do menino internado.

ClickPB