Michel Henrique diz que recebeu com ‘naturalidade’ mudança no comando do PROS na Paraíba, mas não descarta saída da legenda

A afirmação foi dada nesta terça-feira (20), durante entrevista ao programa Arapuan Verdade, da Rádio Arapuan FM.

20 de abril de 2021   

Foto: Redes Sociais

O agora, ex-presidente estadual do Partido Republicano da Ordem Social (PROS), Michel Henrique, disse que recebeu com ‘naturalidade’ a mudança no comando da legenda na Paraíba. No entanto, não descartou sua saída da legenda. A afirmação foi dada nesta terça-feira (20), durante entrevista ao programa Arapuan Verdade, da Rádio Arapuan FM.

Cogitava-se a ida da deputada federal, Edna Henrique (PSDB), que é mãe de Michel Henrique, para o PROS, mas ainda se avaliava a possibilidade e analisava a conjuntura política para as eleições de 2022. “O que a gente tinha era um pré-compromisso com o partido, com o PROS, com a nacional do PROS, com uma possível vinda de Edna na janela partidária com as eleições de 2022”, comentou.

Segundo Michel Henrique, o partido queria que se concretizasse a ida da deputada para a sigla. O ex-presidente fez um balanço da sua gestão no partido, como o aumento do número de votos obtidos, comparando entre as eleições de 2016, quando obteve na Paraíba, 22 mil, e com o seu trabalho, deixou com mais de 87 mil dados a prefeitos e vereadores nas principais cidade.

“Disse [ao comando nacional] que ficasse bem a vontade, o plano A seria ir, mas não iríamos para um suicídio. Se por um acaso, a conjuntura partidária, no momento oportuno de 2022 não fosse tão boa para ida dela ao PROS naturalmente ela não iria”, frisou, destacando que ainda aguarda a chegada da deputada, “mas não descarto a possibilidade de sair não”.

De Olho no Cariri / Click PB