Pré-candidato do PROS em Pocinhos, Hélio do Frango garante que vai respeitar o resultado das pesquisas internas

O empresário e pré-candidato a prefeito pelo Prós, Helio do Frango, já disse que o que o grupo decidir ele estará junto.

29 de junho de 2020   

O pré-candidato a prefeito do PROS em Pocinhos, o empresário Hélio do Frango, garante que vai respeitar o resultado das pesquisas internas do grupo político do prefeito Claúdio Chaves(PTB). Segundo informações, a palavra dada aos pré-candidatos Márcio Guimarães e Hélio do Frango, é de que a pesquisa interna do grupo vai dar o tom do caminho a ser tomado.

O grupo do prefeito Claúdio se reuniu, no último dia 25, em um sítio, aonde ficou decidido que seria feita uma pesquisa interna, com os candidatos do grupo, e o que se saísse melhor seria o escolhido. Os nomes que serão colocados nas pesquisas são os seguintes: Márcio Guimarães, Hélio do Frango, Eriberto Gondin(Podemos) e Emanoel Pereira (PDT).

O empresário e pré-candidato a prefeito pelo Prós, Helio do Frango, já disse que o que o grupo decidir ele estará junto. “Não tenho a politica como ambição. Minha meta é unir o grupo e seguirmos com um trabalho que se iniciou em 2013 de recuperação de Pocinhos, voto em quem estiver melhor nas pesquisas e espero que todos votem, aprendi que só merece voto quem sabe somar e sabe votar. Não devemos pregar o EU, mas sim o Nós. Somos bem maiores que uma disputa política, sou um homem que na minha vida só fiz amigos e não vou mudar”, disse Hélio do Frango.

Márcio Guimarães afirmou que o adversário a ser combatido é o representante do atraso, do retrocesso, da corrupção e de práticas nada democráticas. “Somos cientes de nossas obrigações e a principal é evitar que Pocinhos possa regredir e voltar a um passado recente de nepotismo, ditadura, corrupção que tanto mal fez aos pocinhenses, o atraso deve ser combatido, basta de perseguição, já sofremos quase dez anos de perseguições de governos estaduais, através do deputado que já deixou muito claro que Pocinhos não faz parte da Paraíba e não tem direito a nada do Governo estadual”.

Redação com Pocinhos em Destaque / Página 1 PB