Prefeitura de Matinhas realiza mostra para escolha do Livro Didático 2022 para a Educação Infantil do município

A mostra faz parte do Programa Nacional do Livro e do Material Didático (PNLD), que é destinado a avaliar e a disponibilizar obras didáticas, pedagógicas e literárias, entre outros materiais de apoio à prática educativa, de forma sistemática, regular e gratuita, às escolas públicas educação infantil.

19 de agosto de 2021   

A Prefeitura Municipal de Matinhas, através da Secretaria de Educação, Cultura, Esporte e Turismo, realizou, na tarde da terça-feira (17) uma mostra para escolha do Livro Didático 2022 para a Educação Infantil do município.

O evento ocorreu na sede da SECET e contou com a participação do professor convidado, Jociano Coêlho, do Secretário Municipal de Educação, Cultura, Esporte e Turismo Carlos Daniel, da Assessora Aryane Myrtyrs, da Coordenadora Pedagógica Ivoneide Firmino e dos professores da Educação Infantil da rede municipal de ensino.

A mostra faz parte do Programa Nacional do Livro e do Material Didático (PNLD), que é destinado a avaliar e a disponibilizar obras didáticas, pedagógicas e literárias, entre outros materiais de apoio à prática educativa, de forma sistemática, regular e gratuita, às escolas públicas educação infantil.

O professor especialista em Educação, Jociano Coêlho, promoveu uma discussão inicial em torno de várias questões educacionais que envolvem o processo de escolha como: a concepção de livro didático, a ideia de primeira infância, a importância da escolha do material, os critérios que devem ser analisados e a importância da coletividade no processo de análise. Por fim, o professor ratificou que a escolha do livro didático deve ser adequada ao projeto político-pedagógico da escola, ao aluno, ao professor e, sobretudo, à realidade sociocultural das escolas.

A Coordenadora Pedagógica, Ivoneide Firmino afirmou que a SECET conta com uma equipe que orientou os professores a fazer a escolha mais adequada dos livros. E, entre uma análise e outra, os professores optaram pelos livros que mais seguem uma linha pedagógica de acordo com a realidade dos nossos alunos.

O Secretário Carlos Daniel destacou, no evento, que é necessária uma análise criteriosa dos livros para que se respeite a identidade da Educação Infantil e os direitos de aprendizagem de cada aluno, assim como os processos de ensino de cada professor.

Com Assessoria de Comunicação