Pesquisar
Pesquisar
Close this search box.

Detenta é investigada por produzir fotos e vídeos para sites adultos dentro de presídio, na Paraíba

Nas imagens, é possível ver a prisioneira sem vestimenta, tanto no banheiro quanto na cama da penitenciária.

Publicado: 19/09/2023

Foto: Reprodução/Secom-PB

A Secretaria de Administração Penitenciária da Paraíba (Seap) deve iniciar uma investigação para apurar o comportamento de uma prisioneira no presídio feminino de Patos. A detenta estava produzindo imagens íntimas dentro da penitenciária para uma plataforma de conteúdo adulto. As fotografias e vídeos da mulher se tornaram públicos nas redes sociais nessa segunda-feira (18).

Nas imagens, é possível ver a prisioneira sem vestimenta, tanto no banheiro quanto na cama da penitenciária. Este conteúdo era comercializado em uma plataforma online. Não há informações disponíveis sobre o período durante o qual essas imagens estavam sendo compartilhadas. Após uma inspeção, foram confiscados um celular, fones de ouvido e um carregador.

Em nota, a Secretaria de Estado da Administração Penitenciaria da Paraíba (Seap-PB), informa que a Corregedoria da SEAP já foi acionada e todas as providências cabíveis estão sendo tomadas para que haja a responsabilização dos envolvidos neste caso.

Confira a nota na integra:

A Secretaria de Estado da Administração Penitenciaria da Paraíba (Seap-PB), diante das notícias veiculadas nesta terça-feira(19), nos sites locais, referente à suposta participação de uma reclusa da Penitenciária Feminina de Patos, em uma rede social, informa que a Corregedoria da SEAP já foi acionada e todas as providências cabíveis estão sendo tomadas para que haja a responsabilização dos envolvidos na medida de seus atos. Outrossim, tais fatos isolados não condizem com a realidade do atual sistema prisional paraibano, renovando nosso compromisso com a moralidade, segurança e fiel cumprimento das Leis

A detenta cumpre pena por acusação de ser mandante de um assassinato na cidade de Patos. O caso deve ser investigado.

Portal Correio

COMPARTILHE AGORA

OUTRAS NOTÍCIAS