Pesquisar
Pesquisar
Close this search box.

Eleição na ALPB: Wilson Filho projeta base unida e não descarta candidatura única à presidência da Mesa

Questionado se participaria da formação da chapa, Wilson disse que nesse momento seu nome não está colocado para participar.

Publicado: 17/10/2022

FOTO: REPRODUÇÃO

Apesar de julgar precoce o debate em trono da eleição para definir a próxima Mesa Diretora da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) já que a prioridade ainda é o segundo turno das eleições estaduais, o deputado estadual Wilson Filho (Republicanos), que é o atual líder do Governo no parlamento, acredita na possibilidade de uma candidatura única para escolha do próximo presidente, com o apoio de toda a base aliada.

Para o parlamentar, como o Republicanos é o detentor da maior bancada de deputados e tem um candidato nato à reeleição, nada mais natural que o atual presidente, Adriano Galdino, que já tem o respeito dos pares, encabece novamente a disputa.

“Eu acho que todos nós temos uma prioridade que é o segundo turno, a reeleição do governador João Azevêdo, quando esse momento passar, com João vitorioso, o debate na Assembleia será natural que aconteça. Não dá para negar, a maior bancada na Casa é a do Republicanos com oito deputados estaduais, o segundo partido é o PSB com seis deputados eleitos, nós temos outros parceiros e partidos aliados e se todos se unirem com a quantidade de deputados estaduais que venceram as eleições, apoiadores de João, se não me engano até 25 deputados estaduais, nós temos uma bancada forte que possibilita a construção de uma chapa única, posso dizer assim, para as eleições da presidência da Assembleia. O nome de Adriano é um nome respeitado por todos, é o atual presidente, fez um grande trabalho e é do Republicanos, eu defendo que o nome seja do Republicanos”, pontuou.

Questionado se participaria da formação da chapa, Wilson disse que nesse momento seu nome não está colocado para participar. “Eu não coloco meu nome nesse momento. Qualquer deputado sonha em assumir o papel de presidente da Casa onde trabalha, mas eu acredito que o nome precisa ser do Republicanos e acho que isso vai ser algo natural”, disse.

Com PB Agora

COMPARTILHE AGORA

OUTRAS NOTÍCIAS