Pesquisar
Pesquisar
Close this search box.

Empresário prometeu carro e contrato no Japão ao tentar aliciar jogador do Sousa, na Paraíba, revela Aldeone Abrantes

O empresário chegou a seguir um dos jogadores para informar sobre a proposta.

Publicado: 31/08/2023

Foto: Reprodução

O empresário César Poubel, detido após aliciar e ameaçar jogadores do Sousa, nesta quarta-feira (30), prometeu um carro e um contrato com um time do Japão ao jogador Luiz Henrique. A promessa teria relação para que Luiz Henrique, melhor jogador do Sousa, não atuasse no jogo de volta das quartas de final da Série D entre o Dinossauro e a Ferroviária, no domingo (3), em Sousa.Em entrevista, o presidente do Sousa, Aldeone Abrantes, relatou como aconteceu o aliciamento e ameaça aos jogadores Luiz Henrique e Leozinho. O empresário chegou a seguir um dos jogadores para informar sobre a proposta.

“De repente, veio um cidadão que amanheceu o dia na porta do Marizão. Ele tinha relação com Luiz Henrique há cinco anos atrás, era empresário. Ele chamou Luiz para conversar, Luiz disse que não ia. Ele (empresário) enviou uma proposta milionária, de um carro e um contrato no Japão, mas disse que queria conversar pessoalmente com o atleta”, falou Aldeone.

O presidente do Sousa ainda falou que após receber a proposta, Luiz Henrique acionou um diretor do Sousa e foi até a concentração do clube, com medo do empresário.

“Ele estava muito aflito. Luiz não conversou com ele, mas ele soube que a proposta seria um carro e um contrato no Japão. Luiz é uma pessoa muito humilde, ele chorou contando a situação, porque esse empresário o tratou muito mal quando ele ainda era sub-20. Assim que soubemos acionamos a polícia”, falou Abrantes.

Por fim, o presidente do Sousa afirmou que não vê uma ligação direta entre a ação do empresário e uma suposta participação da Ferroviária na tentativa de aliciamento, mas que torcedores do Sousa flagraram material de Giuliano Bertolucci, um dos maiores empresários do futebol brasileiro, dentro do carro de César Poubel.

Giuliano Bertolucci é pai do presidente do conselho que administra a Sociedade Anônima do Futebol (SAF) da Ferroviária.

“Dentro do carro dele, torcedores fotografaram folders de Bertolucci, pai do presidente da SAF que comanda a Ferroviária. É um episódio de uma infelicidade e inabilidade total. O cara vir para a porta do estádio assediar o jogador”, finalizou Aldeone.

Até a publicação desta matéria, o empresário César Poubel continuava detido na Delegacia de Polícia Civil em Sousa.

Com ClickPB

COMPARTILHE AGORA

OUTRAS NOTÍCIAS