Pesquisar
Pesquisar
Close this search box.

Ex-esposa revela mensagens de médico preso suspeito de agressão: ‘Não faz nada que eu não deixe’

Defesa do médico diz que as mensagens são fraudulentas e foram criadas pela vítima. Agressão teria acontecido após saída de uma audiência de conciliação de divórcio.

Publicado: 28/03/2024

FOTO: REPRODUÇÃO

O médico Algacy Fernando Vieira de Lorena e Sá, suspeito de agredir a ex-esposa após ambos saírem de uma audiência de conciliação de divórcio, teria enviado mensagens ameaçando a vítima dias antes da agressão. Em uma das conversas, ele diz que ela não trabalhará nem estudará enquanto estiver casada com ele. “Não faz nada que eu não deixe”, escreve. “Entenda que eu te amo, só faço isso pelo nosso bem”, completa.

O médico teve a prisão mantida após audiência de custódia, realizada nesta quarta-feira (27), em Patos, no Sertão da Paraíba. O caso aconteceu no município de Piancó. Considerando o mandado de prisão expedido pelo 2ª Juizado Especial da Comarca de Patos, a Justiça da Paraíba decidiu encaminhar o médico para a cadeia pública da Comarca de Piancó.

Em uma das conversas, médico escreve que a vítima não trabalhará nem estudará enquanto estiver casada com ele — Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal

Em uma das conversas, médico escreve que a vítima não trabalhará nem estudará enquanto estiver casada com ele — Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal

A defesa do médico nega as agressões e, sobre as mensagens, afirma serem fraudulentas e criadas pela vítima. “Vale destacar que a foto divulgada sem um dente na arcada inferior, se deu no momento em que estava em tratamento odontológico”, detalha a nota da defesa, do escritório Dantas Advocacia.

Nos prints das mensagens enviados pela vítima à TV Paraíba, o médico diz que ela não vai trabalhar e que a mata antes. “Já te avisei que vc não trabalha, não estuda estando casada comigo. Quer que faça pior do que já fiz pra você aprender?” (sic).

Em resposta, a vítima relata algumas agressões anteriores e manda uma foto. O médico, por sua vez, diz para ela apagar e justifica que só faz isso porque ela não o obedece. “Ninguém é dono de ninguém. Isso não é amor”, responde a vítima.

COMPARTILHE AGORA

OUTRAS NOTÍCIAS