Ex-secretário de Saúde da Paraíba fala sobre sua pré-candidatura a Câmara Federal e destaca a importância do uso de máscara em ambientes fechados

Geraldo Medeiros contou que possui muitas ideias para a Câmara Federal, e uma delas é mudar a legislação para que se diminuam os índices de óbitos por acidentes de trânsito.

Publicado: 11/06/2022

FOTO: SE LIGA PB

O ex-secretário de Saúde da Paraíba e pré-candidato a deputado federal, Geraldo Medeiros (PSB), em entrevista ao Programa Se Liga PB, na tarde deste sábado (11), falou sobre sua pré-candidatura a deputado federal, e disse que recebeu o convite do governador João Azevêdo, em função do seu desempenho na Secretária Estadual de Saúde, e da gestão do Hospital de Trauma de Campina Grande, para postular uma vaga na Câmara dos Deputados.

Segundo ele, participando do projeto político do governador, a intenção não é as práticas políticas comuns, mas uma política que faça a diferença na vida da coletividade, que contemple todas os seguimentos populacionais da Paraíba.

“A nossa intenção de pré-candidato a deputado federal é trazer para a Paraíba um novo modelo de fazer política, uma política em prol do bem da coletividade, e não uma política de interesses pessoais ou de grupos”, pontuou.

Geraldo ressaltou que o apoio da sociedade é muito importante para sua pré-candidatura, e que os apoios e parcerias políticas estão se construindo por meio de vínculos.

“Já temos um lastro de apoios, mas o essencial é o voto consciente e espontâneo da população”, disse.

O pré-candidato ainda contou que possui muitas ideias para a Câmara Federal, e uma delas é mudar a legislação para que se diminuam os índices de óbitos por acidentes de trânsito.

“A ideia é mudar a legislação para que tenhamos áreas para circulação de motos, e diminuição do limite de velocidade”, destacou.

O ex-secretário da Saúde da Paraíba comentou sobre o cenário da pandemia, e alertou para os cuidados e o uso da máscara em ambientes fechados, uma vez que com os festejos juninos a tendência é o aumento de casos. Ele destacou a importância da vacinação e das doses de reforço para continuar com a pandemia controlada, sem óbitos, e aos poucos, como já está acontecendo, voltar à normalidade social.

“O uso de máscara em ambientes fechados nesse momento é de suma importância para que não tenhamos o retorno de muitas pessoas contaminadas, mesmo com a vacinação. As vacinas evitam casos graves, mas não evitam a contaminação, e de contaminar outras pessoas, especialmente os mais vulneráveis, que ainda é um grupo que preocupa e pode evoluir para casos graves e para leitos de UTI”, explicou.

O profissional da Saúde contou que o tempo em que esteve à frente da Secretaria de Saúde do Estado, foi desafiador, tendo que lidar com a situação da melhor forma possível, e ainda mais com a descrença na vacinação, que era a única saída para o controle da pandemia. Ele ressaltou que nos cenários de picos da pandemia, os desafios eram maiores com relação também a segurança da equipe e dos profissionais que estavam na linha de combate.

“Nós chegamos em alguns momentos na Secretaria Estadual de Saúde que só tinham eu e mais dois funcionários, era um deserto, com as pessoas doentes e mentalmente fragilizadas”, contou.

Geraldo Medeiros enalteceu a democracia e reforçou a importância da população se interessar mais pela política, e de lutar para melhorar o país.

Redação

COMPARTILHE AGORA

OUTRAS NOTÍCIAS