Pesquisar
Pesquisar
Close this search box.

Ex-vice-prefeito de Areial diz que oposição está se organizando, mas não descartou a possibilidade de dialogo político com o prefeito Adelson Benjamin

Em uma leitura do cenário político do município, o ex-vice-prefeito enfatizou que aguarda um posicionamento de seu partido, para um alinhamento em relação a quem será o pré-candidato que irá representar a oposição nas eleições de outubro.

Publicado: 03/02/2024

EX-VICE-PREFEITO DE AREIAL, DR. ANTÔNIO RODRIGUES. (FOTO: SE LIGA PB)

O ex-vice-prefeito de Areial, Dr. Antônio Rodrigues (MDB), em entrevista ao Programa Se Liga PB, na tarde deste sábado (3), disse que a oposição está se organizando e que está aguardando uma posição do MDB. Ele disse ainda que tem uma boa relação com o prefeito Adelson Benjamin, e revelou que teve algumas conversas com o prefeito. Segundo ele, não articulou nada politicamente com o gestor, mas não descartou a possibilidade.

“É claro e evidente que na política não se descarta nada, mas não se cabe um alinhamento a Adelson nesse momento. Existe uma indefinição da oposição”, esclareceu, reforçando sua posição de grupo. “Já sentamos, conversamos. Eu sempre tive uma boa relação com Adelson, independente de questão política, porque ele tem negócios e eu também tenho negócios. Se eu não for candidato, que talvez eu não seja, pode-se dialogar, não tem problema algum. O que se está esperando é a posição, uma aglomeração da oposição, gosto de fazer política de decisão”, destacou.

Em uma leitura do cenário político do município, o ex-vice-prefeito enfatizou que aguarda um posicionamento de seu partido, para um alinhamento em relação a quem será o pré-candidato que irá representar a oposição nas eleições de outubro. Para ele, o pré-candidato tem que ter proposta e ser definido em unidade com todo o grupo. Vale destacar que, em entrevista recente ao Programa Se Liga PB, o deputado estadual Fábio Ramalho (PSDB), que se encontra em um alinhamento político com o MDB, defendeu o nome do empresário Ari, que ainda não definiu um partido, para a disputa.

“Estou na oposição, agora eu quero entender. Agente espera que a oposição esteja unida e definida. Quem é o candidato? Ele tem proposta? Não é apenas ser candidato, é preciso ter proposta! As propostas são superiores as da atual gestão? São, então merece o apoio! As propostas não são? Então não merece o apoio! Se eu não for o candidato tenho que apoiar um candidato que tenha uma política voltada para as ações do município para que dê respaldo a população”, questionou.

Na ocasião, Dr. Antônio, em direito de resposta envolvendo algumas declarações feitas pelo vereador Afonso Henrique em sua última entrevista ao Se Liga PB, explicou que, na época que compôs chapa com o ex-prefeito Meda, foi escolhido pela população para pleitear o executivo na condição de vice, e que o vereador foi infeliz em suas palavras. Afonso Henrique, que já foi do grupo de oposição, falou que Dr. Antônio teria caído de paraquedas no pleito de 2012, onde foi eleita a chapa do MDB encabeçada pelo ex-prefeito Meda, e que ele era arrogante e queria saber de tudo.

“Foi uma tacada muito dura, eu não esperava isso porque eu tenho um respeito muito grande por ele, independente de estarmos em lados opostos”, disse o ex-vice-prefeito. “Isso me doeu, me feriu. Sempre tivemos uma boa relação e em 2012 estávamos no mesmo grupo. Eu estava chegando e surgiu meu nome. Eu nunca tinha me candidatado a nada, nem me filiado a partido algum, e fui chamado pela população para concorrer a esse cargo”, explicou.

Redação

COMPARTILHE AGORA

OUTRAS NOTÍCIAS

Rolar para o topo