Pesquisar
Pesquisar
Close this search box.

Governo Lula ‘oficializa’ corte de verbas para o Arco Metropolitano, em João Pessoa, no Novo PAC

O ministro dos transportes, Renan Filho, já havia detalhado no dia 05 de setembro que a obra não estaria inclusa no programa.

Publicado: 16/10/2023

FOTO: REPRODUÇÃO

Foi publicada na edição desta segunda-feira (16) do Diário Oficial da União (DOU) a oficialização exclusão de verbas para o Arco Metropolitano de João Pessoa para dentro do novo conjunto de obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). O ministro dos transportes, Renan Filho, já havia detalhado no dia 05 de setembro que a obra não estaria inclusa no programa. 

“É uma obra elencada pelo governador para entrar no PAC. É uma obra fundamental para a capital João Pessoa, que visa distribuir o fluxo pela BR-101 e distribuindo ele com a BR-230 […] é um obra de apenas 18 km de extensão e de R$ 348 milhões de reais. Como não havia mais espaços no PAC em recursos, foi sugerido ao governo do estado, colocar essa obra em financiamento”, detalhou Renan. 

À época, Renan Filho sugeriu que as verbas federais para a obra – avaliada em mais de R$ 300 milhões – fosse alocadas por meio da bancada do estado. “A própria bancada pode aportar emendas de bancada”, disse. 

De acordo com a publicação desta segunda-feira (16) do DOU, foram cancelados R$ 3,5 milhões deveriam ser destinados ao projeto arco metropolitano – “implantação e adequação de Trecho Rodoviário – entroncamento BR-230 – entroncamento BR-101 – Na rodovia PB 016. 

Além do cancelamento de valores para o arco metropolitano, constam no DOU cortes, por exemplo para a aquisição de equipamentos, maquinários e serviços na ordem de R$ 8,3 milhões. Com isso, apenas n no âmbito do desenvolvimento regional, territorial e urbano os valores cancelados chegam a R$ 11,8 milhões. 

Veja detalhes: 

Com ClickPB

COMPARTILHE AGORA

OUTRAS NOTÍCIAS