Pesquisar
Pesquisar
Close this search box.

Grame se destaca na Paraíba e passa a contar com fisioterapeuta na assistência aos pacientes

O Grame atua em todo o estado no transporte, resgate e repatriação de paraibanos, utilizando aeronaves.

Publicado: 26/10/2023

FOTO: REPRODUÇÃO

O Grupo de Resgate Aeromédico do Estado da Paraíba (Grame), que atua desde 2021 em regates médicos de emergência, passou a conta em seus quadros com fisioterapeutas.  O Grame atua em todo o estado no transporte, resgate e repatriação de paraibanos, utilizando aeronaves equipadas e com uma equipe composta por médico, enfermeiro, fisioterapeuta, piloto e copiloto, que operam 24h por dia.

O médico e coordenador do Grame, Dr. Elvio Lieverte, em contato com o Se Liga PB, explicou que a inserção do profissional fisioterapeuta no programa é uma iniciativa pioneira no país, e vem sendo de extrema importância para uma maior assistência aos pacientes que necessitam do serviço. O último dia 13 de outubro foi o dia do fisioterapeuta, e a inserção do profissional nos quadros do Grame é uma importante conquista de espaço para a categoria, que tem como grande entusiasta o Secretário de Estado da Saúde, o médico Dr. Jhony Bezerra.

“É uma grande satisfação nesse mês, que é o mês do fisioterapeuta, iniciarmos com esse presente para a Fisioterapia paraibana e para os pacientes que necessitam deste profissional”, afirmou Lieverte destacando o trabalho desenvolvido por Dr. Jhony na saúde.

O médico destacou a importância do trabalho realizado através do atendimento aéreo, e do profissional nos quadros do Grame. “É um serviço de extrema importância. Sabemos o quanto é importante na equipe de uma UTI Aérea ter esse profissional para nos dar o suporte na parte respiratória”, reforçou.

De acordo com Dr. Elvio, o número de ocorrências contabilizados em um ano, de outubro de 2022 a outubro de 2023, totalizam 65 ocorrências, o que vem sendo um divisor de águas na saúde do estado.

“Estamos sendo pioneiros, aonde temos o fisioterapeuta iniciando conosco nas atividades. No Brasil nós não temos nenhuma UTI Aérea que tenha esse profissional na equipe, é um grande avanço”, ressaltou.

Conheça o Grame:

Redação

COMPARTILHE AGORA

OUTRAS NOTÍCIAS