Pesquisar
Pesquisar
Close this search box.

Hábitos cotidianos comprometem a saúde auditiva

O uso de fone de ouvido por tempo prolongado é uma das causas do problema

Publicado: 05/04/2024

A audição é um dos sentidos mais importantes do ser humano. E, quando a saúde auditiva é comprometida, o cérebro deixa de receber os estímulos que nos fazem compreender e interpretar os sons. Segundo o fonoaudiólogo Maxsuel Alves, Mestre em Modelos de Decisão e Saúde e docente da UNINASSAU Campina Grande, alguns hábitos cotidianos podem prejudicá-la. “Uso de fones por muito tempo e em volume alto, exposição prolongada a sons de forte intensidade e uso de chave ou caneta no ouvido para limpá-lo, além da utilização de cotonetes, são alguns exemplos”.

Maxsuel pontua que esses hábitos, quando não são corrigidos a tempo, podem ocasionar a perda auditiva, induzida por ruídos, além das otites média e externa. “Quando as pessoas são expostas a sons de forte intensidade, as células sensoriais localizadas dentro da cóclea são lesionadas. Com isso, não conseguem se regenerar, causando o problema”.

Por fim, o fonoaudiológo alerta sobre os perigos de usar cotonete na hora de fazer a limpeza dos ouvidos. “Ele pode ser utilizado para limpar as regiões mais externas. Quando as hastes flexíveis são introduzidas no canal auditivo, a cera é empurrada para a parte mais interna e pode se acumular, formando uma rolha de cera. O ideal é usar uma toalha, enrolada ao dedo mindinho, e limpar até onde ele alcançar”, finaliza.

Assessoria

COMPARTILHE AGORA

OUTRAS NOTÍCIAS