Pesquisar
Pesquisar
Close this search box.

Investigação do MPPB revela estudante de medicina da Facene com cargo fantasma em prefeitura de Diamante

Há, ainda, a informação de que a estudante é sobrinha da primeira-dama do município.

Publicado: 08/08/2023

Foto: Reprodução/TV Paraíba

O Ministério Público da Paraíba (MPPB) abriu um inquérito para investigar o prefeito do município de Diamante, Hermes Mangueira Filho, e a estudante de medicina da Facene, Laryssa Marques Pereira Crizanto. A denúncia revela que Laryssa é funcionária fantasma da administração municipal.

A investigação da promotoria aponta que, embora Laryssa estude na Facena, em João Pessoa, ela está lotada na prefeitura de Diamante desde 2021, sendo que a cidade fica distante 440 km da capital paraibana e seria impossível ela estar nos dois lugares ao mesmo tempo.

“Laryssa Marques Pereira Crizanto supostamente é funcionário fantasma desde outubro de 2021, uma vez que não exerce suas funções no Município de Diamante/PB e estuda medicina na Faculdade Famene, que fica localizada no Município de João Pessoa/PB”, diz a investigação, aberta pelo promotor de Justiça Charles Duanne Casimiro de Oliveira.

Há, ainda, a informação de que a estudante é sobrinha da primeira-dama do município.

O promotor explicou na abertura do processo que “resolve instaurar o presente Inquérito Civil Público, nos termos do artigo 5º da Resolução CPJ nº 004/2013, com o objetivo de investigar com maior profundidade os fatos acima descritos, notadamente, a existência de ato de improbidade administrativa, bem como coibir as práticas despidas de legalidade”.

Charles Duanne solicitou que seja oficiada a Câmara Municipal para obtenção de leis, a faculdade para obtenção de mais detalhes sobre a estudante e o secretário de Saúde para o fornecimento de informações sobre a suposta prestação de serviços.

O Se Liga PB disponibiliza o e-mail jornalistapb@uol.com.br, para obter respostas dos citados.

Com Nice Almeida/ClickPB

COMPARTILHE AGORA

OUTRAS NOTÍCIAS

Rolar para o topo