Pesquisar
Pesquisar
Close this search box.

Investigado por dois assassinatos na capital planejava matar mãe, aponta investigação da polícia

A Polícia Civil investiga a relação entre dois assassinatos, onde apesar de terem ocorrido em datas diferentes e locais distintos, podem terem sido cometidos pela mesma pessoa.

Publicado: 09/02/2024

FOTO: REPRODUÇÃO

A Polícia Civil investiga a relação entre dois assassinatos, onde apesar de terem ocorrido em datas diferentes e locais distintos, podem terem sido cometidos pela mesma pessoa. O primeiro crime ocorreu em junho do ano passado, na região do Parque da Lagoa, onde um motociclista foi assassinado com aproximadamente 40 facadas. A vítima, identificada como Vinícius Luan Silva Rodrigues, interveio em uma situação de surto envolvendo um homem batendo na porta de uma loja e acabou sendo vítima do crime. Apesar da prisão de uma pessoa no dia seguinte, posteriormente foi constatado que ela não tinha relação com o caso e foi liberada.

O segundo crime ocorreu em setembro, no bairro dos Bancários, quando o porteiro de um condomínio foi morto pelo próprio morador do residencial após uma discussão. A vítima, José Bezerra da Silva, foi fatalmente atingida em meio a uma briga banal.

O que torna esses casos ainda mais surpreendentes é que ambos foram cometidos pela mesma pessoa, identificada como Rian Flávio Lopes. A polícia chegou a essa conclusão após uma investigação minuciosa, que incluiu análise de provas e técnicas investigativas avançadas em colaboração com o Instituto de Polícia Científica.

No apartamento de Rian, a polícia encontrou um vasto material indicando planos para cometer outros crimes. Anotações deixadas pelo suspeito revelavam sua intenção de iniciar uma “guerra” e sua presença em cenas de assassinato. Intrigantemente, a lista de alvos incluía o nome de sua própria mãe. Atualmente, Rian Flávio Lopes está sob custódia policial, e os inquéritos relacionados aos dois crimes foram concluídos e enviados à justiça.

PB Agora

COMPARTILHE AGORA

OUTRAS NOTÍCIAS