Pesquisar
Pesquisar
Close this search box.

Justiça autoriza TCE-PB arrombar cofre de prefeitura após gestão dificultar acesso

Desde a terça-feira (11), dois funcionários da Corte de Contas estavam sendo impedidos de realizar uma inspeção em uma sala na Secretaria de Fianças, onde fica o equipamento.

Publicado: 12/06/2024

FOTO: REPRODUÇÃO/MPPB

Auditores do Tribunal de Contas do Estado foram autorizados pela justiça a arrombarem o cofre da Prefeitura de Boa Ventura, no Sertão do Estado. Desde a terça-feira (11), dois funcionários da Corte de Contas estavam sendo impedidos de realizar uma inspeção em uma sala na Secretaria de Fianças, onde fica o equipamento.

De acordo com o TCE, a medida tem o objetivo de contabilizar R$ 428 mil reais informados pela gestão municipal, que estariam escondidos no cofre.

“A demora na obtenção da documentação e acessos ao recinto da edilidade pode comprometer o resultado da inspeção realizada pela auditoria do TCE, em virtude do risco de alterações significativas da situação fática, obstando assim que sejam identificadas eventuais irregularidades e que o patrimônio público (do povo) seja fiscalizado”, argumentou o juiz Roberto Cesar Lemos de Sá Cruz, autor da decisão.

Já o promotor de Justiça de Itaporanga, Charles Duanne, afirmou que estão sendo investigadas possíveis fraudes e desvio de recursos públicos, bem como identificar possível prática de atos de improbidade administrativa.

Até o momento, a prefeitura de Boa Ventura ainda não se manifestou sobre o assunto.

Dinheiro em geladeira

Em maio de 2022, outra auditoria do Tribunal de Contas do Estado (TCE) da Paraíba encontrou R$ 307.723,75 dentro de uma geladeira, na sede da prefeitura.

A geladeira se encontrava na sala da secretária de finanças do município. Além disso, no cofre, onde deveria estar o dinheiro, foram encontrados apenas papéis antigos e chapas patrimoniais desativadas.

Portal Correio

COMPARTILHE AGORA

OUTRAS NOTÍCIAS

Rolar para o topo