Pesquisar
Pesquisar
Close this search box.

Justiça concede habeas corpus e libera Breno Vasconcelos, sócio da Fiji, após operação da Polícia Federal

A justiça da Paraíba concedeu liberdade ao empresário Breno de Vasconcelos Azevedo, sócio proprietário da empresa de criptomoedas Fiji.

Publicado: 19/06/2023

FOTO: REPRODUÇÃO

A justiça da Paraíba concedeu liberdade ao empresário Breno de Vasconcelos Azevedo, sócio proprietário da empresa de criptomoedas Fiji.  O empresário foi solto na manhã desta segunda-feira (19) após pedido de habeas corpus impetrado pela defesa.

Breno Vasconcelos foi preso quinta-feira (15), durante operação conduzida pela Polícia Federal em Campina Grande. Na ação policial, sua sócia Emilene Marília do Nascimento também foi presa, mas foi solta no dia seguinte, na sexta-feira (16), após audiência de custódia. 

Beuno Aires, outro sócio da Fiji, também foi preso, no entanto, no Rio de Janeiro, em outra operação policial pelo crime pornografia infantil. 

Operação Ilha da Fantasia 

Os sócios da Fiji Breno de Vasconcelos Azevedo, Emilene Marília e Bueno Aires são acusados pelo crime de contra o sistema financeiro nacional e formação de organização criminosa, causando um prejuízo estimado em R$ 600 milhões de reais.

Os crimes contra o sistema financeiro teriam sido cometidos pelos gestores das empresas Fiji e Softbank. Os acusados teriam captado recursos de clientes, prometendo pagamento de remuneração expressiva, que seria obtida através de operações de compra e venda de criptoativos.

Com Ingreson Derze

COMPARTILHE AGORA

OUTRAS NOTÍCIAS