Pesquisar
Pesquisar
Close this search box.

Mãe que matou filha em João Pessoa será indiciada por homicídio qualificado e audiência de custódia acontece amanhã

De acordo com o delegado, a mulher pode pegar até 30 anos de prisão pelo assassinato da filha.

Publicado: 26/10/2023

FOTO: REPRODUÇÃO

Eliane Nunes da Silva, de 26 anos, será indiciada por homicídio qualificado após ter assassinado a própria filha de um ano a facadas, em um condomínio no Novo Geisel, em João Pessoa. A informação foi passada pelo delegado Diego Garcia, na tarde desta quinta-feira (26).

De acordo com o delegado, a mulher pode pegar até 30 anos de prisão pelo assassinato da filha. Ela segue presa na carceragem da Central de Polícia, no bairro do Geisel e vai passar por audiência de custódia na manhã desta sexta-feira (27), quando será decidido pela justiça se continuará detida ou não. 

A mulher se entregou à polícia na manhã desta quinta-feira (26), após confessar que matou a filha de um ano a facadas por não aceitar a separação e dividir a guarda com o pai. 

O que é homicídio qualificado?

O homicídio qualificado é quando ocorre de forma mais grave do que um homicídio comum, contra menor de 14 anos, por motivo torpe ou fútil, meio cruel, impossibilidade de defesa da vítima, entre outros agravantes.

Além disso, a pena para o homicídio qualificado é mais severa e pode chegar até 30 anos de reclusão. Já para o homicídio simples, a pena prevista de seis a 20 anos de prisão.

Com Janielly Azevêdo

COMPARTILHE AGORA

OUTRAS NOTÍCIAS