Mara Gabrilli, do PSDB de São Paulo, é anunciada como vice na chapa de Simone Tebet, do MDB

O nome de Mara, que já vinha sendo ventilado há alguns dias, foi oficializado na manhã de hoje em evento no diretório tucano de São Paulo

Publicado: 02/08/2022

Foto: Reprodução

A senadora Simone Tebet (MDB-MS), candidata à Presidência, anunciou hoje a também senadora Mara Gabrilli (PSDB-SP) como sua vice na chapa. O nome de Mara, que já vinha sendo ventilado há alguns dias, foi oficializado na manhã de hoje em evento no diretório tucano de São Paulo.

Com 2% das intenções de voto, segundo pesquisa Datafolha divulgada na semana passada, Tebet aposta em uma chapa feminina para tentar ganhar visibilidade. Além do MDB, o PSTU lançou uma mulher na corrida presidencial – a operária Vera Lúcia, que terá como vice a líder indígena Kunã Yoporã.

“O Brasil precisa de uma voz equilibrada, moderada. Basta de polarização que divide famílias. Não serve o presidente que aí está e não serve o presidente do passado”, discursou Tebet, se referindo ao presidente Jair Bolsonaro (PL) e ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), líder nas pesquisas de intenção de voto. “Mara não será uma vice coadjuvante. Nós vamos apresentar o maior programa da história de inclusão”, prometeu.

Ontem, em eventos com empresários na Fiesp (Federação das Indústrias de São Paulo), a senadora já havia confirmado uma chapa feminina, citando pesquisas qualitativas. Uma das cotadas para o cargo era a senadora Eliziane Gama (Cidadania-MA), mas o PSDB não abriu mão de indicar um nome da legenda, já que pela primeira vez desde a criação do partido não terão candidato próprio na disputa pelo Palácio do Planalto.

“Me sinto lisonjeada por você ter me convidado. Admiro a Simone desde o dia que eu a conheci. Te agradeço do fundo do coração pela confiança”, disse Gabrilli, que relembrou o acidente de carro que a deixou tetraplégica, em 1994, e emocionou sua companheira de chapa.

A senadora também exaltou o papel de Tebet durante a CPI da Covid.

O ato de hoje contou ainda com a presença do presidente nacional do MDB, Baleia Rossi, do PSDB, Bruno Araújo, do Cidadania, Roberto Freire, e do senador Tasso Jereissati (PSDB-CE), que na semana passada desistiu de servir como vice na chapa com Tebet. Embora seja um entusiasta do nome da emedebista para a Presidência, o ceareanse já vinha mostrando que não tinha disposição para participar das eleições e não deve concorrer a um novo mandato no Senado.

O senador José Serra (PSDB-SP) também participou do evento.

À tarde, Tebet e Gabrilli visitam uma unidade da Rede Lucy Montoro, centro de saúde destinado ao atendimento de pessoas com deficiências físicas ou doenças potencialmente incapacitantes, na Vila Mariana, zona sul da capital paulista.

A candidatura de Tebet foi lançada oficialmente na quarta-feira (27) passada depois de o ministro Edson Fachin, presidente do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), negar ação apresentada por uma ala do partido ligada ao senador Renan Calheiros (AL) contra a realização da convenção — o grupo tem indicado apoio a Lula. O MDB e a federação PSDB e Cidadania aprovaram a candidatura por unanimidade.

MDB e PSDB resolveram neste fim de semana o último impasse regional entre os dois partidos. Candidato à reeleição no Rio Grande do Sul, o ex-governador Eduardo Leite (PSDB) vai receber o apoio dos emedebistas na disputa.

Quem é Mara Gabrilli

Publicitária e psicóloga, Mara tem 54 anos e foi eleita senadora em 2018 com 6 milhões de votos. Ele foi secretária da Pessoa com Deficiência na gestão Serra na Prefeitura de São Paulo, vereadora e deputada federal por dois mandatos consecutivos.

Em 2018, foi eleita para representar o Brasil no Comitê da ONU (Organização das Nações Unidas) sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência.

“Mara é um exemplo de que não há limites físicos quando a vontade de servir se instaura no coração. Tem um trabalho social maravilhoso, sempre foi um exemplo de referência. Aqui estão duas mulheres que tenho certeza que representam dezenas de milhões de eleitores”, discursou hoje o presidente do PSDB.

PB Agora com UOL

COMPARTILHE AGORA

OUTRAS NOTÍCIAS