Pesquisar
Pesquisar
Close this search box.

Merenda escolar possivelmente estragada gera onda de infecção em alunos na cidade de Nova Floresta

Segundo as informações, alunos se queixaram de problemas de saúde após ingerir a merenda servida em algumas escolas do município.

Publicado: 27/10/2023

FOTO: REPRODUÇÃO

Merenda escolar possivelmente estragada gerou uma onda de infecção intestinal em alunos na cidade de Nova Floresta. Segundo informações contidas em áudios que o Se Liga PB teve acesso e relatos de mães, alunos se queixaram de problemas de saúde após ingerir a merenda servida em algumas escolas do município, na última terça-feira (24). Os áudios repercutiram no programa Se Liga PB desta sexta-feira (27).

De acordo com os depoimentos, as crianças chegaram em casa se queixando de dor barriga, com vômito e febre. As mães relatam que a merenda servida foi sopa, que estaria com um cheiro estranho, e macarronada.

“Minha menina disse que a sopa estava com um cheiro estranho. Os meninos estavam dizendo a mesma coisa”, diz um dos áudios.

Ainda de acordo com os relatos, cerca de 25 crianças se encontravam no hospital da cidade com os mesmos sintomas de infecção intestinal. Há relatos que funcionários, inclusive professores, também foram acometidos pelo problema.

“Foi a sopa! Quando fui fazer consulta tinham outras crianças se queixando da mesma coisa, e outras já tinham sido internadas e voltado. Foi infecção intestinal devido a alimentação, não é só a minha, tem várias crianças com o mesmo problema, muita febre, cólica, vomitando”, relatou uma das mães.

Em outros depoimentos é enfatizado que crianças voltaram para casa por falta de vaga no hospital, e o problema nos alunos de fato teria sido causado pela merenda servida, e que muitos ainda estariam doentes.

“Minha filha não ficou internada porque não tinha vaga, mandaram ela para casa doente. Quando foi ontem fui à tarde e a medica disse a mim que tinha atendido mais de 20 crianças, e o comentário é o mesmo, que foi o lanche da escola. Minha filha comeu a macarronada, não comeu da sopa porque já tava doente, já tinham crianças doentes da macarronada, só piorando”, disse uma outra pessoa.

Entramos em contato com o prefeito de Nova Floresta, Jarson Santos, para uma explicação do que teria acontecido, mas até a publicação da matéria não obtivemos retorno. Fica o espaço disponível caso a gestão queira se pronunciar sobre o caso.

Redação

COMPARTILHE AGORA

OUTRAS NOTÍCIAS