Pesquisar
Pesquisar
Close this search box.

MPT da Paraíba já recebeu 81 denúncias de assédio eleitoral nas eleições 2022

Paraíba permanece sendo o estado do Nordeste em que o MPT mais registrou denúncias de assédio eleitoral.

Publicado: 28/10/2022

FOTO: REPRODUÇÃO

O Ministério Público do Trabalho na Paraíba (MPT-PB) recebeu, até às 17h desta sexta-feira (28), 81 denúncias de assédio eleitoral no estado contra empresas, sindicatos, grupos empresariais e órgãos públicos de pelo menos 14 municípios paraibanos. O MPT-PB expediu aproximadamente 40 recomendações para que gestores de diferentes entidades e empresas não pratiquem assédio eleitoral e alertando para as penalidades dessa prática.

A Paraíba permanece sendo o estado do Nordeste em que o MPT mais registrou denúncias de assédio eleitoral.

O MPT-PB lembra que a instituição estará com suas unidades abertas neste fim de semana, em João Pessoa e Campina Grande, para receber denúncias de assédio eleitoral e garantir que trabalhadores possam votar livremente.

A prática de assédio eleitoral pode ser denunciada por meio dos canais oficiais de denúncia do Ministério Público do Trabalho. Pelo site www.prt13.mpt.mp.br/servicos/denuncias, pelo aplicativo MPT Pardal ou pelo telefone (83) 3612-3128 (whatsapp), (83) 3612-3100 (João Pessoa) e (83) 3344-4650 (Campina Grande). A denúncia pode ser sigilosa ou anônima.

O que é Assédio Eleitoral?

A prática do assédio eleitoral é caracterizada a partir de “uma conduta abusiva que atenta contra a dignidade do trabalhador, submetendo-o a constrangimentos e humilhações, com a finalidade de obter o engajamento subjetivo da vítima em relação a determinadas práticas ou comportamentos de natureza política durante o pleito eleitoral”.

Por g1 PB

COMPARTILHE AGORA

OUTRAS NOTÍCIAS