Pesquisar
Pesquisar
Close this search box.

Mulher é condenada a 67 anos por matar companheira com 107 facadas em João Pessoa

O júri, que durou por 10 horas, condenou Marilene a 67 anos de reclusão em regime fechado.

Publicado: 24/11/2023

FOTO: REPRODUÇÃO

Aconteceu nessa quinta-feira (23), o julgamento de Marilene da Silva Santos, acusada de assassinar sua companheira, Gilmara Santos da Costa, com 107 facadas em um crime que aconteceu no dia 20 março de 2021, no bairro de Gramame, em João Pessoa.

O júri, que durou por 10 horas, condenou Marilene a 67 anos de reclusão em regime fechado. Além do feminicídio, as investigações revelaram que a condenada tentou envenenar a mãe e o sobrinho de Gilmara no mesmo dia do crime.

A briga

De acordo com informações, o desentendimento entre o casal se deu após uma discussão sobre uma viagem do retorno da mãe e do sobrinho da vítima para a cidade de Caicó, no Rio Grande do Norte. A condenada Marline, planeja acompanhá-los, porém a vítima não, dando início a uma discussão.

A prisão

Após o crime Marilene fugiu, porém foi localizada dias depois na cidade de Campina Grande, na Paraíba. Com ela foi encontrado uma quantia de R$ 3.800. Na época, durante o depoimento ela decidiu permanecer calada.

Portal Paraíba

COMPARTILHE AGORA

OUTRAS NOTÍCIAS