Pesquisar
Pesquisar
Close this search box.

Murilo Galdino acompanha bombeamento do primeiro trecho do Canal Acauã-Araçagi nesta quarta

Murilo comemorou a conclusão do primeiro trecho do Canal e o andamento das obras com a presença do ministro.

Publicado: 16/08/2023

FOTO: REPRODUÇÃO/ASSESSORIA

Nesta quarta-feira (16), Murilo Galdino (Republicanos-PB) acompanhou o início da operação do primeiro trecho do Canal Acauã-Araçagi, com o acionamento das válvulas na barragem de Acauã. O deputado federal chegou à Paraíba com a comitiva do ministro da Integração e Desenvolvimento Regional, Waldez Góes, que foi recepcionado pelo governador do estado, João Azevêdo e destacou a importância da obra para a segurança hídrica da Paraíba.

Murilo comemorou a conclusão do primeiro trecho do Canal e o andamento das obras com a presença do ministro. “Parabenizo o governador pelo olhar e as ações em relação à questão hídrica do estado e destaco que a importância da presença do ministro assegurando os recursos do governo federal, para a execução e conclusão dos trechos”.

No voo para a Paraíba, o deputado federal conversou com o ministro Waldez Goés, que reafirmou a atenção com a segurança hídrica. “Fiquei muito feliz com a garantia do ministro de que o governo federal fará a Adutora do Pajeú, uma das grandes lutas do nosso mandatário e Ramal do Piancó da Transposição do Rio São Francisco, algumas das obras mais importantes”.

O Sistema Adutor das Vertentes Litorâneas da Paraíba Canal Acauã-Araçagi compreende 17 segmentos de canais abertos numa obra de R$ 1 bilhão e 42 milhões, com recursos federais e do tesouro estadual, nos dois primeiros lotes. “Com o início do bombeamento deste primeiro trecho já é possível obter água para consumo humano e irrigação, beneficiando agricultura rural, assentamentos e toda a população já de quinze cidades”.

A obra foi projetada para o abastecimento de água potável destinada a 38 municípios da região, atendendo uma área de mais de 16 mil hectares de terras irrigadas, do Açude de Acauã até o Rio Camaratuba, beneficiando mais de 600 mil pessoas.

Assessoria

COMPARTILHE AGORA

OUTRAS NOTÍCIAS

Rolar para o topo