Após discurso de Bolsonaro na ONU, governador da Paraíba diz que presidente repete erro que levou Brasil a quase 600 mil mortos por Covid-19

Ainda segundo João Azevêdo, “o Brasil enfrenta duas crises: uma sanitária e outra, a crise da propagação de fakenews

21 de setembro de 2021    [post-views]

João Azevêdo / Foto: Assessoria

O governador João Azevêdo criticou o discurso do presidente Jair Bolsonaro, feito na Organização das Nações Unidas (ONU). João disse que Bolsonaro erra, mais uma vez, ao insistir em tratamento ineficaz contra a Covid-19 e lembrou das quase 600 mil mortes no Brasil por causa do coronavírus.

“Ao atacar governadores na ONU e insistir no mesmo discurso de tratamento ineficaz que defende desde o início da pandemia, o presidente da República repete o mesmo erro que levou o país a quase 600 mil mortos pela Covid-19”, disse o governador nas redes sociais.

Ainda segundo João Azevêdo, “o Brasil enfrenta duas crises: uma sanitária e outra, a crise da propagação de fakenews. Para a primeira, vacina. Para a segunda, a verdade e a democracia.”

Fonte: ClicKPB