ARAUTOS DA POBREZA: Inspirada por ex-membro da Toca de Assis, conheça a missão que ajuda moradores de rua em CG

Alex fala que a inspiração veio após um contato com uma pessoa pegando lixo para comer, pelas ruas de CG. Saiba como ajudar

18 de agosto de 2019   

Em oração numa capela católica, o ex-religioso conta com a ajuda de voluntários para levar à missão a frente. (Foto: Renato Araújo-Se Liga PB)

(ESPECIAL SE LIGA PB) – “Amar a Jesus Cristo naqueles que a sociedade considera um lixo”. Essa foi a inspiração que deu início à missão católica “Arautos da Pobreza”, em Campina Grande. Em conversa com a nossa reportagem, o fundador Alex Carballo, 35 anos, detalha que tudo teve início através de sua experiência na vida religiosa, e través de um acontecimento que mudaria a sua rotina e da sua esposa Samara Marques(23 anos).

O jovem explica que o carisma veio de uma inspiração divina, após ter sido religioso por cinco anos na Fraternidade Toca de Assis. “Eu tive a graça de morar com o fundador, o Padre Roberto Lettieri. E o carisma é muito profundo, que a nossa vida seja um prolongamento da missa”, disse, em entrevista.

Alex explica que tudo se deu através de uma partilha com uma pessoa em situação de rua. “Eu estava ali na rua da Barão do Abiaí(centro campinense), eu e minha esposa estávamos voltando do banco, e esse irmão estava pegando lixo para comer”, relata. “Eu cheguei perto dele, dei boa tarde, perguntei o nome dele e ele falou, e começamos a partilhar, e isso mexeu muito com a minha esposa. Eu ofereci um biscoito para ele comer, e ele aceitou. Apertei na mão dele, ele ficou meio receoso, porque estava sujo. Disse que não tinha problema, porque afinal é meu irmão”, completa, dizendo em seguida apertou a mão e deu um abraço nele.

Alex ao lado de sua esposa Samara Marques. (Foto: Renato Araújo- Se Liga PB)

“Ele disse que nunca imaginou que um jovem pudesse me abraçar, olhar nos olhos e me tratar com dignidade”, pontua. “A missão nasceu daí: anunciar essa pobreza na santa eucaristia. Você coloca na sua mão, e levar para aonde quer”, disse o ex-membro da Fraternidade Toca de Assis, enquanto fazia suas orações em uma igreja católica.

“Nós queremos anunciar isso: Que Jesus é pobre, e a pobreza, ao contrário do que muitos dizem, não é uma maldição. A pobreza é um mistério muito grande, porque Jesus escolheu ela para si. Nasceu em uma manjedoura, trabalhou de carpinteiro, viveu como pobre nesta terra”, argumenta, através de escritos bíblicos e relatos dos santos da Igreja Católica, relacionando com o aumento dos moradores de rua.

“Isso já vinha sendo falado no antigo testamento. […] No livro do Deuteronômio, o próprio Deus vai dizer que quando houver um pobre dentre os teus irmãos, na terra que o Senhor Deus te dá, tu não lhe nagarás.[…] Mais adiante ele acrescenta: Nunca deixará de ter pobres na terra, isso eu ordeno. E isso acontece pela própria situação do ser humano, que temos um coração muito mesquinho. Nós ainda somos muito cheios de nós, do nosso egoísmo, nossas vaidades e desejos”, opina.

PARA AJUDAR

Alex diz contar com a ajuda de profissionais voluntários. (Foto: reprodução Facebook)

Para as pessoas que podem ajudar doando, materiais como alimentos, recursos financeiros ou ajudando. Alex lembra que muitos amigos seu, a exemplo de um cabeleireiro, vão ajudar nos dias de visitas.

“Precisamos de tudo: comprar material para fazer as marmitas, produtos de farmácia como gazes, ataduras, pomadas, soro, água oxigenada. Quem quiser contribuir, nós aceitamos doações”, pontua. “Nós queremos dar o alimento do corpo, mas ser um com eles”, complementar.

Conheça a missão Arautos da Pobreza, em sua página no facebook. Para pessoas que pretendem fazer doações em dinheiro, segue abaixo o número da conta bancária:

CAIXA ECONÔMICA FEDERAL

AGÊNCIA 0737

OPERAÇÃO 013

CONTA POUPANÇA: 00093139-9

NOME: Alex de Albuquerque

Alex conversou com a equipe do Se Liga PB, em uma igreja católica de Campina Grande. (Foto: Renato Araújo-Se Liga PB)

Fotos e Texto: Renato Araújo

Redação Se Liga PB