Depois dos professores, agora é a vez dos alunos de Pocinhos entrarem “em greve” por decisão de mudança de turno sem comunicado prévio

A secretaria de educação determinou mudanças de turnos para alunos da zona urbana e rural

23 de janeiro de 2018   

Ônibus escolar de Pocinhos.

Depois dos professores da rede municipal de Pocinhos, no cariri, cruzarem os braços na manhã desta terça-feira, dia 23, por falta de pagamento, agora foi a vez dos alunos levantarem polêmica, após decisão da secretaria de educação que determina mudanças de turnos para zona urbana e rural.

A secretaria informou que a partir do ano letivo de 2018 todo alunado da zona rural, que se desloca para zona urbana, vai estudar no turno da manhã e, consequentemente, os alunos da zona urbana irão estudar pela tarde. Os motivos foram segurança e contenção de despesas.

A decisão, considerada equivocada por boa parte do alunado pocinhense, vem gerando polêmica. Os alunos prometem uma espécie de greve e também protestar, pois não houve diálogo com os mesmos e, nem, com os responsáveis.

Veja recado enviado a nossa produção:

Redação