João Dantas alerta população para os perigos do banho e da pesca no Açude de Bodocongó

O vereador explica que todo o esgoto clandestino do bairro do Araxá, do Monte Santo e da Vila dos Teimosos é despejado no açude e mesmo assim ainda existem pessoas que tomam banho e se alimentam dos peixes que pescados lá

18 de julho de 2019   

Vereador João Dantas (PSD).

A Câmara Municipal de Campina Grande aprovou por unanimidade na Sessão Ordinária desta quinta-feira (18), um requerimento de autoria do vereador João Dantas (PSD), que solicita da Prefeitura Municipal, a fixação de placas em todo o perímetro do Açude de Bodocongó, principalmente no trecho inserido no novo Parque de Bodocongó, alertando para os perigos do banho e da pesca naquele reservatório.

Inspiração para músicas de artistas famosos como Jackson do Pandeiro e Elba Ramalho, o Açude de Bodocongó, inaugurado em 1917 já abasteceu a população de Campina Grande. Hoje o espelho d’água está agonizando e só possui 30% de sua capacidade total, que já foi de 350 mil metros cúbicos. Agora, o açude que deu nome ao bairro de Bodocongó está servindo apenas como receptor de esgoto e local para lavagem de caminhões.

O vereador explica que todo o esgoto clandestino do bairro do Araxá, do Monte Santo e da Vila dos Teimosos é despejado no açude e mesmo assim ainda existem pessoas que tomam banho e se alimentam dos peixes que pescados lá. “Muitas pessoas não sabem que os peixes estão contaminados pela água suja, o que pode provocar várias doenças graves”. Argumentou.

“Portanto, sugerimos a fixação de placas em todo o perímetro do reservatório na intenção de conscientizar a população para os riscos de tomar banho e de pescar no Açude de Bodocongó”. Concluiu o parlamentar.

Texto: André Gomes (DRT: 3902/PB)
Foto: SECOM/PB