MPF instaura inquérito para investigar ex-prefeito da PB que deixou de recolher INSS de servidores

A medida foi publicada na edição do Diário do Ministério Público Federal Eletrônico desta quinta-feira (8).

8 de julho de 2021   

Ex-prefeito João Paulo Segundo (Foto: Reprodução / Facebook)

O procurador da República, Renan Paes Félix, determinou a instauração de um inquérito civil para apurar a falta de recolhimento da totalidade das contribuições previdenciárias devidas pelo empregador na gestão do ex-prefeito de Boqueirão, João Paulo Barbosa Leal Segundo.

A medida foi publicada na edição do Diário do Ministério Público Federal Eletrônico desta quinta-feira (8).

De acordo com o documento, as supostas irregularidades incidem sobre as folhas de pagamento da prefeitura, no exercício financeiro 2015.

O procurador também fixou o prazo de um ano para a conclusão do inquérito e as diligências de praxe.

Portal Paraiba